Resenha do site – IT: A Coisa

it a coisaSe você está esperando um dos filmes mais assustadores do ano, você pode não se agradar com IT: A Coisa. A nova adaptação do clássico de Stephen King é muito mais do que isso. É também um filme sobre crescimento, um drama de pessoas que sofrem das mais diversas formas, um tratado sobre o medo em sua forma mais crua e cruel.

Quando o pequeno Georgie desaparece, em outubro de 1988, tem início uma onda de desaparecimentos na pequena cidade de Derry, que terá seu ápice lá pelo final do ano seguinte. Mas é o irmão de Georgie, o pré-adolescente Bill (Jaeden Lieberher) que vai unir os amigos para ir em busca do desaparecido. E, de quebra, tentar desvendar todos os desaparecimentos de crianças na cidade.

A história não é exatamente uma novidade, e dizer que o palhaço Pennywise está por trás dos desaparecimentos é ao mesmo tempo repetitivo e mentiroso. Existe muito mais.

Existem dois grandes vilões no filme, que se mostra bastante fiel ao livro que o originou. O primeiro é o medo. É ele que Pennywise utiliza para atrair suas vítimas, é com ele que o palhaço as consome. Mas um perigo muito mais real se esconde nas entrelinhas desta história: a maldade humana. Não raro, adultos são absolutamente cruéis e maléficos, e diversas vezes ainda mais perigosos que o próprio palhaço. A ponto de por diversas vezes nos pegarmos pensando: mas será que seria tão ruim assim se tal personagem fosse pego pelo palhaço?

Assim como no filme feito para TV em 1990, Bill Skarsgard encarna um vilão completamente demoníaco e aterrador, talvez mais ainda do que a versão de Tim Curry. O palhaço, a própria personificação do medo, vai deixar muita gente sem dormir.

Aproveitando o revival dos anos 80 no cinema e na TV e a nova onda de produções adaptadas de livros de Stephen King, IT volta às telas 27 anos depois (não por acaso, já que é o tempo que Pennywise leva para atacar novamente) em uma versão ao mesmo tempo igual e diferente que vai agradar muito os fãs dos novos filmes de terror e também àqueles que cresceram com os filmes das décadas de 80 e 90.

O novo IT é um filme aterrorizante, profundo e perturbador. Por seu lado humano. E vem pronto para figurar nas listas das melhores adaptações de Stephen King para o cinema.

 

 

Anúncios

6 comentários

  1. It funciona como um estudo da materialização do medo na infância, mas apresenta problemas estruturais ao abordar o desenvolvimento de seus personagens de forma separada e episódica. O gênero de terror nunca foi um dos meus preferidos, porém devo reconhecer que It o filme, foi uma surpresa pra mim, já que apesar dos seus dilemas é uma historia de horror que segue a nova escola, utilizando elementos clássicos. Com protagonistas sólidos e um roteiro diferente. Depois de vê-la você ficara com algo de medo, poderão sentir que alguém os segue ou que algo vai aparecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s