10 acontecimentos que impactaram a cultura pop nesta década

Em 10 anos muita coisa mudou. De 2010 até final de 2019 tendências surgiram e morreram, aparelhos chegaram para mudar a forma como vemos o mundo e muita coisa aconteceu na cultura pop.

Tem muita gente que deixou de ser criança e se tornou adulto (ou quase isso) nesse tempo, acompanhando as mudanças e muitas vezes participando delas.

Outros, como nós aqui do Pausa, já éramos adultos e fomos nos adaptando a esta nova realidade que mudou de forma tão rápida.

Vamos listar aqui então o que foram, para nós, os 10 acontecimentos que mais marcaram a cultura pop na década de 2010:

O surgimento do streaming

10 anos atrás comprávamos CDs, DVDs e blurays. Hoje isso parece impensável, a não ser para colecionadores. Filmes, discografias completas, séries e programas de TV estão a um clique de distância. No aparelho de TV, no pc ou no smartphone. Não existe mais o “aparelho de som” em casa. Hoje se ouve música em qualquer aparelho. Assim como não existe mais a dependência de horários para ver sua série ou filme preferidos: você escolhe onde, como e quando vai assistir.

O streaming afetou, inclusive, uma das maiores ameaças da indústria do entretenimento: a pirataria. Muita gente deixou de baixar músicas e filmes por estarem ali, na palma da mão, mediante o pagamento de uma mensalidade mínima.

LEIA MAIS

As 150 melhores músicas pop deste século

Saiba mais sobre o Disney+, o serviço de streaming da Disney

Ouça o podcast do Pausa Dramática no Spotify

Os super-heróis no cinema e na TV e o MCU

OK, você pode dizer que os super-heróis no cinema e na TV existem desde muito antes de 2010. E está certo. Mesmo o MCU começou antes, em 2008. Mas foi nesta década que a coisa tomou proporções inimagináveis. Basta ver a quantidade de filmes e séries do gênero que foram produzidas nestes anos.

E, se formos falar disso, o MCU é o melhor exemplo de sucesso, principalmente com o encerramento de sua saga em 2019 de forma épica.

LEIA MAIS

Saiba tudo sobre o MCU no Pausa Dramática

A popularização dos smartphones

Em 2010 era lançado o iPhone 4 e o Blackberry ainda existia com seu teclado Qwerty. Desnecessário dizer que muita gente sequer sabe o que é isso hoje em dia.

Em 2010 foi:

  1. Lançado o primeiro display ‘Retina’;
  2. Lançado o primeiro smartphone com conectividade 4G;
  3. Lançamento do Windows Phone 7;
  4. Os primeiros dispositivos WP são anunciados;
  5. Chega ao mercado o Android 2.3 Gingerbread;
  6. Primeiro display AMOLED em celulares;

Tudo isso impactou diretamente na nossa vida e transformou os smartphones em muito mais que telefones celulares ou gadgets para diversão.

LEIA MAIS

Baixe wallpapers para seu celular

NOSTALGIA – reboots, remakes e revivals na TV, no cinema e na música

Stranger Things, Jurassic World, Will & Grace, volta das Spice Girls, Backstreet Boys, Sandy & Jr, Xuxa… a nostalgia tomou conta desta década, trazendo muita coisa de volta.

Até mesmo novelas ganharam ares de reboot no Brasil. Sucessos do cinema e da TV de 10, 20, 30, 40 anos atrás ganharam novas versões, continuações e caras mais modernas para o público de hoje, antenado com o politicamente correto.

O maior destaque desta onda, quase um subgênero do próprio cinema, estão os remakes em live-action produzidos pela Disney: Aladdin, A Bela e a Fera, Cinderela, Dumbo, O Rei Leão…

LEIA MAIS

Veja a lista de remakes em live action da Disney

Saiba mais sobre a versão live action de Mulan

A ascensão das redes sociais e o surgimento das novas profissões

O Orkut encerrou suas atividades em 2014, mas foi ele que abriu as portas para um mundo que hoje mal conseguimos acompanhar. Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, Youtube, Pinterest… poderíamos ficar dias aqui listando, e a lista se atualizaria dia após dia.

Quem imaginaria que “passar o dia nas redes sociais” viraria profissão, criaria celebridades e deixaria pessoas ricas…

Siga o Pausa Dramática no FACEBOOK, no INSTAGRAM e no TWITTER

O crescimento da cultura drag, RuPaul’s Drag Race e a liberdade LGBT no mundo e nas mídias

RuPaul’s Drag Race estreou pequeno, tímido, em 2009. Hoje é um dos programas mais comentados da TV mundial, gerou frutos e transformou drag queens em celebridades internacionais.

Com ele, a cultura drag cresceu e libertou uma população até então relegada a guetos e coadjuvantes, com raras exceções. Hoje a comunidade LGBT briga sem medo por seus direitos e mostra a cara em produções premiadas e populares na TV e no cinema mundiais.

LEIA MAIS

Saiba mais sobre RuPaul’s Drag Race

A exportação do funk e da música pop brasileira

Diretamente ligada à cultura drag, está a ascensão de uma das artistas mais populares no Brasil nos últimos anos: Pabllo Vittar. A drag exportação brasileira quebrou barreiras e ajudou a levar a nossa música pop para o mundo. Ao seu lado, Anitta exportou o funk e a sensualidade brazucas e conseguiu o que muitos artistas almejam: gravou com a rainha Madonna.

LEIA MAIS

Leia tudo que já publicamos sobre Pabllo Vittar

A ascensão da cultura geek

Anos atrás, chamar alguém de nerd era uma ofensa. Geek era um termo que mal se conhecia. Hoje, ser nerd ou geek (embora muitos ainda confundam as duas coisas, bastante diferentes) é motivo de orgulho. É motivo de se estampar nas roupas, na decoração de casa, nas tatuagens. De se discutir em rodas de amigos e uma bandeira levantada por muitos.

Sim, ainda precisamos explicar as diferenças de NERD e GEEK, mas esta cultura, que tende a se tornar uma só, está cada vez maior e deve crescer ainda mais. Ou não.

LEIA MAIS

As diferenças entre NERD e GEEK

A nova trilogia Star Wars

Em 2015 J.J. Abrams trouxe de volta uma das maiores paixões da cultura pop: a saga Star Wars. Com ele, novos personagens conectados ao mundo moderno, novas histórias e novas emoções em uma nova trilogia que se encerra junto com a década.

LEIA MAIS

O que já publicamos sobre Star Wars

Uber

Quem diria que “pegar um taxi” se tornaria uma experiência tão comum e tão barata…

O aplicativo Uber revolucionou não somente a forma de pegarmos um carro pago, como a forma de trabalho. Hoje, muitas pessoas desempregadas e com um carro se transformaram em motorista de aplicativo e fazem disso sua renda.

Com ele, vieram os apps de entrega utilizando o mesmo formato, como James Delivery ou Rappi. Ou o próprio Uber Eats, transformando estabelecimentos e trabalhadores e criando uma nova realidade.

E pra você? O que mais marcou na última década?

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s