O que achamos de ‘Cinderela’ da Amazon + 10 músicas originais da trilha sonora

*O Pausa Dramática é um site independente sem vínculos ou patrocínios. Nos ajude a permanecer no ar: compartilhe este post em suas redes e siga nossos perfis no InstagramFacebook e Twitter.

Ok, você pode até dizer que já conhece a história de Cinderela. E até mesmo que já viu em outras 10 versões a mesma personagem sofrendo nas mãos da madrasta até que encontre seu príncipe.

Mas quantas vezes você já viu uma Cinderela latina (Carla Perez não conta)? Ou o príncipe cantando músicas do Queen e a madrasta cantando música da Madonna?

A nova adaptação da clássica história que a Amazon nos trouxe tem isso tudo e muito mais. Divertida, empolgante, com um elenco afiado que não tem medo de abraçar o brega e músicas contagiantes, Cinderela empolga e contagia. Sim, é uma bobagem. Mas das mais divertidas.

Camila Cabello estrela o filme como a pobre menina maltratada pela madrasta (interpretada por Idina Menzel, de Frozen e Rent): ela sonha em ter sua loja de vestidos e, por acaso, acaba conhecendo o príncipe encantado (na pele de Nicholas Galitzine, que mais parece uma versão humana do boneco Ken no cabelo e nas expressões). Mas essa Cinderela quer mais da vida além de ser uma princesa. E vai lutar pra isso.

Com importantes mensagens sobre aceitação, correr atrás dos próprios sonhos e buscar a felicidade além do dinheiro, Cinderela diverte enquanto transmite lições ao público.

Claro que o filme tem seus defeitos, como seu protagonista com o carisma de uma cortina, mas as simples presenças de Minnie Driver e Billy Porter (este último como a Fada Madrinha) e a divertida canastrice de Pierce Brosnan já fazem o filme valer a pena.

E, acima de tudo, Cinderela não tem medo de abraçar a breguice. Um musical onde todo mundo canta e dança no meio da rua, onde, do nada, pessoas entoam notas afinadíssimas e balançam em coreografias ensaiadas como se conversassem sobre o tempo. Ao entoar versos de músicas conhecidas (muito bem) inseridas no contexto e de canções originais e trazer um frescor à ideia da princesa na base do “Deus me livre mas quem me dera”, a Cinderela da Amazon faz o que a da Disney não teve coragem: coloca seus sonhos acima de um título de nobreza: “Eu posso até querer ser princesa, mas essa não é minha prioridade”.

Billy Porter é a Fada Madrinha de Cinderela

LEIA MAIS

Veja a lista completa dos lançamentos de setembro nos streamings

10 outras versões de Cinderela pra você assistir depois da versão de Camila Cabello

Quanto custa assinar os principais serviços de streaming no Brasil? O que tem em cada um?

Como os novos musicais estão ajudando a revitalizar o gênero focando na diversidade

15 musicais para você assistir em casa em streaming

Conheça as versões originais de 10 músicas da trilha de Cinderela

Rythm Nation – Janet Jackson

You Gotta Be – Des’Ree

Am I Wrong – Nico & Vinz

Somebody to Love – Queen

Material Girl – Madonna

Let’s Get Loud – Jennifer Lopez

Watta Man – Salt-N-Pepa ft. En Vogue

Seven Nation Army – The White Stripes

Perfect – Ed Sheeran

Dream Girl – Idina Menzel (Nile Rogers Remix)

Música original da trilha, tema principal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: