Natural Harvest A Collection of Semen-Based Recipes (ou Colheita Natural – Uma coleção de receitas com sêmem)

Hein???
Não você não leu errado. Não, não fui eu quem escreveu.
Mas um chef acaba de lançar esta mimosidade. Ainda não sei o que penso a respeito…
Um livro inteiramente baseado em receitas que levam o sêmem como ingrediente principal. Tem bebidas, aperitivos, sobremesas… Já vi muita gente falar das propriedades protéicas do sêmem e, afinal, ele é uma secreção natural do corpo… assim como o suor, e isso não quer dizer que eu vá comer suor… sei lá…

Uma das receitinhas do livro. Clique para aumentar



O idealizador do livro inclusive afirma que o sêmen é tão nojento quanto a secreção mamária de uma vaca: ou seja, o leite. Ele acrescenta ainda que o sêmen não só é nutritivo como também tem textura e propriedades culinárias maravilhosas tendo um sabor complexo, dinâmico e um custo de produção zero.

Só que a despeito de todas essas qualidades, o sêmen é visto com desprezo na culinária e esse projeto teria o objetivo de tentar mudar essa visão.
Entretanto, ao folhear o livro aqui, onde você também pode comprá-lo, a gente encontra algumas notas curiosas dos Chefs:
Enquanto estavam testando as receitas para este livro, os chefs descobriram que comer gengibre cru e beber grandes quantidades de chá de gengibre, dava aos seus sêmens um agradável sabor exótico.
E para sempre ter boas quantidades de sêmen fresco e com qualidades culinárias preservadas, eis a recomendação:
Manter um pequeno recipiente no freezer e simplesmente ejacular dentro dele todas as manhãs e então retornar ao freezer. Desta forma você sempre terá a quantidade suficiente de sêmen para cozinhar.

Paul ainda adverte em seu livro, aos que queiram testar as receitas, para não servir os pratos preparados com sêmen aos seus convidados, sem antes avisá-los disso. 

Me lembrou um trecho do livro Apartamento 41, onde dois caras que estão juntos fazem uma vitamina com o sêmem um do outro no liquidificador e uma parte e em outro momento, um deles usa o sêmem como ‘catchup’ no hamburger pro outro comer.
Pelo menos, se for você mesmo o cozinheiro, não vai poder dizer que não conhece a procedência dos ingredientes… (e produzir o ingrediente todas as manhãs e congelar… sei não… será que tem dica de descongelamento no livro ou é só por no microondas?)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s