Pato Fu brinca de fazer musica em novo disco

Ontem descobri que depois de 3 anos dedicados à carreira solo de Fernanda Takai, o Pato Fu está com CD novo pronto pra sair, o décimo da banda, logo depois da Copa do Mundo.
Inusitado, diferente, louco… foram algumas das palavras que me vieram à mente quando li sobre o CD no site da banda. Musica de Brinquedo foi inteiro gravado com instrumentos de brinquedo e brinquedos que fazem som. Uma proposta arriscada de quem tem uma legião de fãs que cresceram junto com a banda.
Em 2009, quando Fernanda esteve em Curitiba, eu perguntei a ela em um bate papo numa livraria como ela via a evolução e transformação do Pato Fu, que de banda alternativa, tinha abraçado o pop e agora acalmava os nervos. Ela me respondeu que tudo mudava e se transformava, então era esperado que o Pato Fu também se transformasse. Ela também não garantiu que o Pato Fu permanecesse na calmaria, embora o CD Daqui pro Futuro e seu (maravilhoso) CD solo Onde Brilhem os Olhos Seus, apontassem pra esse lado.
** Parênteses: tive o imenso prazer de assistir o show Luz Negra deste CD no Teatro Guaíra. Foi simplesmente uma experiência de outro mundo!**
Pois bem, como conhecedor dos trabalhos da banda desde Televisão de Cachorro (e lá se vão 12 anos) e algumas coletâneas com as mais antigas, percebo que sim, a banda vem se transformando dia a dia. Se isso é bom? De primeira posso ter certeza que sim, pois não é como muitas bandas que datam de décadas atrás e acham que podem fazer o mesmo som a vida inteira (oi Capital Inicial e Titãs). Porém, percebo que a vida pessoal interferiu nestas transformações e que se, antes o Pato Fu se dirigia aos jovens (como os integrantes da banda) hoje se volta àqueles jovens que cresceram, casaram e tiveram filhos (como os integrantes da banda). Nada contra, mas como não tive filhos, não compartilho de algumas coisas cuti-cuti de quem teve, e talvez possa me incomodar um pouco a “brincadeira” que é o novo disco. Pelas amostras no site (ver vídeos abaixo) dá pra perceber como as coisas se misturaram por completo.
Mas novamente, o Pato Fu tem coragem e pode dar um passo desses. Não é uma banda que esteja querendo se firmar, já tem seu lugar garantido. E por mais que (talvez) eu não goste muito do disco novo (como não morri de amores por Daqui pro Futuro), a banda permanecerá no meu coração. Pois como eu disse à Fernanda num momento de tietagem pública nas Livrarias Curitiba, “Já adorava você, agora conhecendo pessoalmente adoro ainda mais”.

3 comentários em “Pato Fu brinca de fazer musica em novo disco

Adicione o seu

  1. Bom, eu quase nunca comento nos poucos blogs que visito simplesmente pq nunca dá certo!
    Dessa vez insisti um pouco mais.
    Também nao tenho filhos, mas já estou gostando do novo CD do Pato Fu. Nao posso resistir à voz fofa da Takai!
    Que inveja de vc por ter ido ao concerto dela! Adoro o álbum solo!
    Abraco,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: