Teste dos 15 anos – 1999 no cinema

Nem todo mundo sabe, mas para quem gosta de cinema, existe o “teste dos 15 anos”. Ou seja: reassistir um filme depois de 15 anos de seu lançamento e ver se ele continua bom. Nem todos os filmes passam no teste. Alguns se tornam datados, outros exibidos à exaustão…

Vamos ver alguns dos sucessos de 1999 e analisar rapidamente se passam no teste:

filmes-1999a

O Talentoso Ripley

O thriller de época ainda hoje parece elegante e intrigante. Talvez a melhor interpretação da carreira de Matt Damon.

Segundas Intenções

Acabou ficando datado mais pelos atores (que praticamente sumiram) que pelo filme em si, mas seu texto hoje soa deslocado, embora o filme ainda funcione.

Ela é Demais

Outro que hoje é datado por conta do sumiço de seus atores. E talvez pela inocência da história que adolescentes de hoje não vão mais engolir.

10 Coisas Que Eu Odeio Em Você

O filme que lançou pelo menos três ótimos atores é ainda hoje uma das melhores adaptações de Shakespeare para as telonas.

Um Lugar Chamado Notting Hill

Sim, ainda hoje uma ótima comédia romântica mais adulta e madura que a média.

Noiva Em Fuga

Um filme que não funcionou quando foi lançado e caiu no esquecimento (merecido).

Eleição

Pouca gente viu, mas Eleição é um ótimo filme sobre relações escolares, ambição e, claro, eleição.

Matrix

Quando lançado, Matrix foi um marco da tecnologia. Mas foi exaustivamente copiado e suas duas sequências foram tão ruins que a aventura hoje soa datada pela filosofia barata e como “o filme que lançou o bullet time”.

A Bruxa de Blair

Outro filme que lançou um estilo, A Bruxa de Blair foi o responsável pelo estilo found footage, hoje esmiuçado até não poder mais no cinema de horror. Mas ainda é um dos melhores suspenses de sempre. Justamente pela simplicidade de sua realização e pelo “marketing viral” que conseguiu na época.

O Sexto Sentido

O Sexto Sentido garantiu que os finais surpreendentes ressuscitassem em Hollywood. E hoje permanece como um dos melhores, mesmo que o final já não seja surpresa pra ninguém (e que Haley Joel Osmett tenha virado nada no cinema).

Beleza Americana

O vencedor do Oscar de melhor filme em 2000 era na época um filme contundente. Hoje soa apenas presunçoso e quase esquecido, a não ser pelas interpretações ainda poderosas de Kevin Spacey e Annette Benning.

Star Wars – Episódio 1: A Ameaça Fantasma

O começo da nova saga, Episódio 1 tem adoradores e odiadores. Só o tempo dirá (ainda mais tempo) se é um filme para ser levado a sério como hoje é a trilogia original.

Dogma

Talvez o melhor filme de Kevin Smith, pouca gente conhece. Mas um longa que tem coragem de colocar Alanis Morissette como Deus nunca deixará de ser cult.

South Park: Maior, Melhor e Sem Cortes

Considerado uma das melhores comédias de todos os tempos, o longa de animação baseado no desenho dos quatro amigos boca-suja é, ainda hoje, hilário.

Vamos Nessa

Pouco conhecido mas um excelente exemplo de um cinema “nova geração” que prometia inovação e acabou não indo muito longe. Mas um dos melhores filmes do estilo “várias visões de um mesmo acontecimento”, Vamos Nessa hoje é cult e deve ser visto e revisto sempre que possível.

À Espera de Um Milagre

O pesado drama de prisão baseado no livro de Stephen King hoje pode parecer um pouco longo e arrastado, mas são as interpretações de Tom Hanks e Michael Clarke Duncan que sustentam as quase duas horas de filme.

Clube da Luta

Um dos filmes mais importantes de David Fincher. Sempre.

Toy Story 2

Pode ser a parte mais fraca da trilogia, mas sem ele não teríamos o extraordinário terceiro filme. Só por isso ele já é válido.

filmes-1999b

Tudo Sobre Minha Mãe

Um dos filmes mais pesados de Pedro Almodóvar, Tudo Sobre Minha Mãe é forte e poderoso. E sempre relevante.

O Gigante de Ferro

A primeira animação de Brad Bird, é melhor que Os Incríveis (seu segundo longa) e foi o bastante para mostrar o talento do animador e preparar o mundo para seus filmes futuros. Sua trama inocente encanta ainda hoje.

Corra Lola, Corra

Um dos melhores filmes alemães. Outro exemplo do “vários pontos de vista” em um filme só, Corra Lola tem um senso de urgência que até hoje o cinema não conseguiu reproduzir.

Meninos Não Choram

O drama acaba não sobrevivendo ao tempo principalmente por conta das muitas outras visões sobre o tema que o cinema produziu depois. Mas tem sua importância justamente na história deste tema no cinema.

Preso na Escuridão

Adaptado em Hollywood logo depois (como Vanilla Sky), Preso na Escuridão pode ser hoje datado pela sua fotografia e interpretações, mas ainda é um filme intrigante.

Regras da Vida

O filme não sobreviveu ao tempo, sendo hoje praticamente desconhecido. Embora sua trama seja sempre interessante e atual, logo depois de lançado ele parece ter se afogado em si mesmo.

A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

Pouca gente se lembra desta aventura de terror de Tim Burton com Johnny Depp (claro). Embora divertido, o filme não tem nada de especial e hoje seria visto quase como uma comédia involuntária.

De Volta Para o Presente

Comédia romântica bobinha mas divertida, hoje seria vista com descrédito principalmente pelo excesso de inocência.

Austin Powers: O Espião Bond Cama

A segunda parte da trilogia do espião, é o melhor dos três filmes. Não contém o alternativismo do primeiro nem os excessos do terceiro. Por isso mesmo é o único a ser lembrado.

Quero Ser John Malkovich

Inovador na época, hoje é um cult datado que só é visto como curiosidade.

Tarzan

Um dos desenhos mais bonitos e menos lembrados da Disney, Tarzan inovou em muita tecnologia, mas hoje com tudo em 3D pareceria plano demais.

Magnólia

O drama pesadíssimo ainda hoje é contundente embora, novamente, possa parecer arrastado demais para a rotina de 2014.

A Múmia

Aventura ainda rápida e divertida, hoje é datada principalmente pela qualidade dos efeitos que na época eram satisfatórios mas hoje são visivelmente obsoletos.

As Virgens Suicidas

Primeiro filme de Sofia Copola, As Virgens Suicidas é pesado e profundo. E ainda hoje importante como cinema e como história.

As Loucas Aventuras de James West

Considerado ruim quando foi lançado, hoje pode ser visto como um filme B que vai funcionar melhor.

O Colecionador de Ossos

Suspense de qualidade no lançamento, acabou caindo no ostracismo mesmo com a importância de seus protagonistas (Angelina Jolie e Denzel Washington). A trama vai parecer ultrapassada hoje em dia e talvez não funcione mais como suspense.

O Homem Bicentenário

Mesmo quando lançado, O Homem Bicentenário não causou muito furor, embora seja um dos filmes mais bacanas de Robin Williams. Hoje soaria como uma fábula com a tecnologia ultrapassada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: