Veja atores se transformarem em pinturas para cinebiografia de Van Gogh

Loving Vincent“, uma cinebiografia cheia de estrelas que conta a história do pintor holandês Vincent van Gogh (e que já comentamos AQUI), é tida como o primeiro longa feito exclusivamente de pinturas. O filme estreia em 22 de setembro e, embora a ideia pareça genial na teoria, assisti-lo é outra noite estrelada.

Para tornar possível um filme tão ambicioso, os diretores Dorota Kobiela e Hugh Welchman recrutaram uma equipe de 125 artistas em Gdansk, na Polônia, para estudar o estilo único de van Gogh. Depois de dominar a técnica, os artistas transformaram 120 quadros de van Gogh em frames pintados, com base em sequências filmadas e imagens de computação gráfica.

As imagens contam a história extraordinária da vida de van Gogh e de sua morte misteriosa. Um personagem baseado no retrato de Armand Roulin é o narrador e pseudo-detetives do filme, recriando os passos de van Gogh e suas obras mais icônicas em busca de uma explicação plausível para o debatido suicídio do artista. O filme contém 64 500 frames, que juntos combinam imagens capturadas por câmeras e história da arte em uma fantasia fluida e cinematográfica.

O processo de criação do filme soa intenso, para dizer o mínimo. Apesar de ainda termos de esperar o filme, as imagens já divulgadas que mostram a transição dos atores para pinturas são de cair o queixo. A equipe de “Loving Vincent” mostrou ao The Huffington Post imagens de Chris O’Dowd, Saoirse Ronan e Ainda Turner antes e depois de suas transformações, além das pinturas que as inspiraram.

Assista abaixo ao trailer do filme e veja algumas imagens dos atores “transformados” em pinturas:

​​​​​O ator polonês Robert Gulaczyk no papel de Vincent van Gogh.

Eleanor Tomlinson interpreta Adeline Ravoux, a “animada filha do dono da pensão”.

Douglas Booth no papel de Armand Roulin. “‘Loving Vincent’ acompanha a jornada de Roulin, filho do carteiro Joseph Roulin. No filme, Armand é enviado pelo pai para entregar uma carta ao irmão de Vincent, Theo van Gogh, depois de saber que Vincent se suicidou. Armand chega em Paris e descobre que Theo também está morto. Ele se sente atraído pelo mistério da morte de Vincent e começa a investigar a vida incrível do artista, buscando a verdade sobre sua morte”, diz a descrição publicada no site do filme. “Vincent pintou Armand três vezes, e seu retrato de Armand Roulin vestindo um paletó amarelo foi usado como inspiração para ‘Loving Vincent'”.

Aidan Turner como o Barqueiro, supostamente inspirado pelo retrato de um jovem camponês pintado por van Gogh.

Helen McRory como Louise Chevalier. “Louise Chevalier era a governanta do Dr. Paul Gachet em Auvers-sur-oise”, diz a descrição do site do filme. “Quando Vincent van Gogh saiu do hospício em Saint Remy, em maio de 1890, ele foi morar em Auvers, para que Gachet pudesse observá-lo. No filme, nosso heroi Armand Roulin encontra Louise em sua busca por mais informações sobre van Gogh. Ela lhe conta suas teorias sobre o artista e sua morte misteriosa. Vincent não pintou Louise, então decidimos usar dois retratos que ele fez de uma mulher anônima de Auvers: ‘Menina de branco’ e ‘Camponesa diante de um campo de trigo’ como inspiração para a personagem.”

Jerome Flynn como Dr. Gachet. “Dr. Paul Gachet era muito envolvido com o mundo boêmio dos impressionistas de Paris”, diz a descrição no site do filme. “Ele era o médico de vários pintores, incluindo Cézanne, e tornou-se o médico de van Gogh em Auvers-sur-oise quando Vincent saiu do hospício de Saint Remy, por recomendação de Camille Pissarro a Theo, irmão do artista. Vincent morou em Auvers de maio de 1890 até sua morte, em julho daquele ano.”

John Sessions como Père Tanguy. “Julien Tanguy, afetuosamente chamado de Père Tanguy, tinha uma loja de tintas em Paris, e van Gogh seu cliente e amigo”, diz o site do filme. “Père Tanguy era um grande apoiador dos ‘novos pintores’, incluindo os impressionistas, exibindo seus trabalhos e aceitando quadros como forma de pagamento. Em ‘Loving Vincent’, a loja de Tanguy é a primeira parada de Armand Roulin em sua busca pela verdade sobre van Gogh.”

Saoirse Ronan como Marguerite Gachet, filha de Paul Gachet. Van Gogh costumava acompanhar a família Gachet nas refeições e pintou Marguerite duas vezes, embora nos dois quadros o rosto dela não seja revelado inteiramente.

VIA

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s