‘Bingo – O Rei das Manhãs’ é o grande vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018

Bingo – O Rei das Manhãs foi o principal vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018, cuja cerimônia foi realizada nesta terça-feira (18), no Rio de Janeiro. Ele venceu 8 das 15 categorias para as quais foi indicado.

Combinação de comédia e drama, o filme é livremente inspirado na carreira de Arlindo Barreto, ator dos mais excêntricos a se caracterizar como o palhaço e apresentador Bozo na década de 1980. Dirigido por Daniel Rezende, ele foi a aposta do Brasil para o Oscar 2018.

Também foram destaque na cerimônia a cineasta Laís Bodanzky, que recebeu o Troféu Grande Otelo de Melhor Direção pelo trabalho em Como Nossos Pais; e Divinas Divas, filme sobre o legado de artistas trans brasileiras dirigido por Leandra Leal – vencedor na categoria Melhor Documentário. O ótimo A Glória e a Graça também saiu vitorioso de alguns dos prêmios a que era indicado.

carolina-ferraz-travesti-filme-1024x560
Carolina Ferraz vive uma mulher trans em A Glória e a Graça

Grande homenageada da noite, a atriz Fernanda Montenegro, que em 2018 completa 70 anos de carreira, recebeu seu prêmio das mãos dos diretores Cacá Diegues, Zelito Viana e do produtor Luiz Carlos Barreto.

No palco, a atriz veterana também reencontrou Vinícius de Oliveira, com quem estrelou o drama Central do Brasil, de 1998.

Veja a lista de vencedores:

Melhor Filme: Bingo: O Rei das Manhãs

Melhor Filme – Júri Popular: Bingo – O Rei das Manhãs

Melhor Documentário: Divinas Divas

Melhor Documentário: Júri Popular

Cora Coralina: Todas as Vidas

Melhor Comédia: Divórcio

Melhor Animação: Historietas Assombradas – O Filme

Melhor Filme Infantil: D.P.A. – O Filme

Melhor Direção: Laís Bodanzky (Como Nossos Pais)

Melhor Atriz: Maria Ribeiro (Como Nossos Pais)

Melhor Ator: Vladimir Brichta (Bingo – O Rei das Manhãs)

Melhor Atriz Coadjuvante: Sandra Corveloni (A Glória e a Graça)

Melhor Ator Coadjuvante: Augusto Madeira (Bingo – O Rei das Manhãs)

Melhor Direção de Fotografia: Bingo – O Rei das Manhãs

Melhor Roteiro Original: A Glória e a Graça

Melhor Roteiro Adaptado: Real – O Plano por Trás da História

Melhor Direção de Arte: Bingo – O Rei das Manhãs

Melhor Figurino: Bingo – O Rei das Manhãs

Melhor Maquiagem: Bingo – O Rei das Manhãs

Melhores Efeitos Visuais: Malasartes e o Duelo com a Morte

Melhor Montagem – Ficção: Bingo – O Rei das Manhãs

Melhor Montagem – Documentário: Divinas Divas

Melhor Som: João, o Maestro

Melhor Trilha Sonora Original: O Filme da Minha Vida

Melhor Trilha Sonora: João, o Maestro

Melhor Filme Estrangeiro: Uma Mulher Fantástica

Melhor Filme Estrangeiro – Júri Popular: La La Land – Cantando Estações

Melhor Curta de Animação: Vênus-Filó, a Fadinha Lésbica

Melhor Curta Documentário: Ocupação do Hotel Cambridge

Melhor Curta de Ficção: A Passagem do Cometa

VIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s