Será que podemos esperar um universo compartilhado da Disney com seus live-action?

Depois da estreia de Aladdin, que colocou a Disney em todas as posições do top 3 das maiores bilheterias do ano, todos já temos certeza de que sim, foi uma ótima ideia transportar os clássicos da animação pra versões em carne e osso.

Desde que a Disney começou com a ideia em 2010 com Alice no País das Maravilhas, o estúdio vem trabalhando cada vez mais nas adaptações e sequências destes clássicos e, embora alguns filmes não tenham sido sucesso de bilheteria, a maioria deles provou que a ideia foi boa sim. Malévola, Cinderela, Mogli, A Bela e a Fera e Christopher Robin provaram que tem muita vida ainda a ser explorada. Até agora, somente Alice Através do Espelho foi um fracasso completo, o que acabou por levantar a questão das sequências. Mesmo Dumbo, sem voar muito alto, não foi considerado fracasso.

Com o sucesso de Aladdin, a Disney tem muito pouco pra se preocupar a respeito da viabilidade destas adaptações. Mas… e depois? O que mais podemos esperar? Tudo bem que ainda vai demorar um bom tempo pra Disney esgotar o catálogo de animações a serem adaptadas, mas seria interessante imaginar que estas adaptações fazem parte de um plano maior né?

A Disney conhece bem o poder da longa vida nas telas, vide Marvel e Star Wars, e sabe que suas histórias ultrapassam gerações. Mas será que podemos esperar mais que o apelo pela nostalgia e teremos histórias originais?

Ainda este ano teremos O Rei Leão e A Dama e o Vagabundo. A seguir, Mulan e Cruella em 2020. E mais alguns já anunciados: A Pequena Sereia, A Espada Era a Lei, O Corcunda de Notre Dame e Lilo & Stitch entre eles. E parece inevitável que em breve teremos versões de A Princesa e o Sapo, Aristogatas, Moana, Frozen ou Hércules. Então por que não esperar que, em certo momento, todas estas histórias se encontrem?

No ano passado, o encontro das princesas em Detona Ralph: Wifi foi um dos pontos altos do filme e deixou um gosto de quero mais.

Claro que já vimos algo parecido em Once Upon a Time, embora os personagens fossem diferentes das animações e, no fim, o programa trazia mais uma coleção de personagens de domínio público que somente da Disney.

Mas um filme com Emma Watson, Lily James, Angelina Jolie, Will Smith, Mena Massoud, Naomi Scott e até mesmo animais animados com vozes de Bill Murray, Scarlett Johannson e Beyoncé e músicas de Alan Menken parece um sucesso certeiro…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s