11 teorias de Filmes que você (provavelmente) não conhecia e nunca tinha pensado a respeito

1. O ILUMINADO de Stanley Kubrick é uma confissão de encenação do pouso na lua

the_shining_0

De quem é a teoria: Jay Weidner, que apareceu em um documentário de 2012, exibindo 4 teorias sobreO Iluminado chamadas de Room 237 (Quarto 237).

Enredo do filme: O Iluminado é uma adaptação de Kubrick da obra de terror de mesmo nome do autor norte americano Stephen King, na qual uma família procura um hotel para passar o inverno e então acontecem coisas terríveis.

Os elementos de prova: Muitas pessoas já acreditam que a aterrissagem na lua foi encenada. Com a ajuda de Kubrick, O Iluminado é uma forma de expressar culpa e fazer insinuações ajudando a conspiração. O Quarto 237 é relevante para a trama do filme, além de ser constantemente mencionado, é o local de um dos mais importantes acontecimentos cheios de horror do filme.

A lua fica há um pouco mais de 237.000 milhas da Terra (mais ou menos 381 km), e Weidner acredita que a alunagem foi filmada em um estúdio enumerado 237. Além do mais, o garotinho do filme, Danny, usa um suéter mostrando o foguete Apollo 11 (a primeira nave a pousar na lua).

Ele também brinca em um tapete vermelho decorado com hexágonos que se parecem com o Launch Complex 39A. Os teóricos não veem isso tudo como coincidências.

Outra coisa: no livro do King, o número original do quarto é 217. Segundo relatos, Kubrick teria mudado porque o hotel onde filmaram teria um quarto com esse mesmo número, 217, e assim resolveram trocar, pois receavam que os hóspedes ficassem amedrontados mais tarde.

 2. Ferris é imaginado por Cameron em CURTINDO A VIDA ADOIDADO

Também conhecido como “Ferris e Teoria Clube da Luta”

ferris

De quem é a teoria: Jeff Roda, dentre outros.

Enredo do filme: O colegial Ferris Bueller mata aula e vai numa aventura pela cidade, com a ajuda de seu melhor amigo, Cameron, e sua namorada.

Os elementos de prova: Essa teoria mostra uma possibilidade de que Cameron nunca deixa o seu quarto ao longo do filme. Roda acredita que Ferris foi inventado por Cameron para lidar com a desatenção dos pais, bem como suas próprias inseguranças. Ferris parece ter tudo o que Cameron queria (ser aventureiro, otimista, e ter uma namorada), então, faz mais sentido tudo que aconteceu no filme seja só uma projeção da imaginação de Cameron do que realmente ter acontecido. Você nunca parou para pensar como Ferris e Cameron começaram a amizade? Por que Ferris teria Cameron como um amigo especial? (pra conseguir a Ferrari,ora mais). Os dois são completamente diferentes.

Como o romance em O Clube da Luta, essa teoria também faz sentido se Cameron tivesse uma queda na Sloane (namorada do Ferris), então ele teria desenvolvido um alter ego, para assim conseguir pelo menos fantasiar um relacionamento com ela.

3. ALLADIN acontece em um futuro pós-apocalíptico

aladdin

De quem é a teoria: Popular na internet, não há alguém em específico.

Enredo do filme: Um garoto pobre se apaixona por uma princesa e usa os desejos de um gênio mágico para cortejá-la.

Os elementos de prova: Baseados no comentário do Gênio para Alladin que as suas roupas eram tão “século passado”, os fãs têm reunido ideias de que ele provavelmente ficou preso na lâmpada durante o terceiro século (201 a 300 d.c.). O Gênio também alega ter sido preso na lâmpada por 10.000 anos, o que significa que o filme teria acontecido num lugar em 10.300 d.c. ou mais tarde, por isso o filme devia se situar em algum tempo futuro pós-apocalíptico. A linguagem tornou-se confusa, como tantas vezes acontece em um futuro pós-apocalíptico, por isso “Arábia” tornou-se “Agrabah”, a casa de Alladin. O Gênio faz referências a figuras modernas, do nosso tempo, como Jack Nicholson e os Irmãos Marx – o que apoia o argumento de que o filme é ambientado no futuro ao invés do passado.

As pessoas até também olharam além do filme com essa teoria: perceberam que uma placa de PARE, anacrônica, está enterrada na areia no jogo Alladin para Sega Genesis.

Aladdin-Stop

4. Doutor é um suicida em DE VOLTA PARA O FUTURO

back-to-the-future_2

De quem é a teoria: Pessoas da internet, particularmente do Reddit.

Enredo do filme: Após acidentalmente viajar de volta no tempo para a década de 1950, Marty McFly deve descobrir como voltar à sua própria época.

Os elementos de prova: Esta teoria aborda principalmente o início do filme, perguntando se o Dr. Emmett Brown (Professor) poderia ser um suicida e planejava usar sua mais recente invenção para matar tanto Marty quanto ele próprio. Ao invés de testar a máquina do tempo DeLorean, como ele alega estar fazendo, talvez o Professor assumiu que não havia maneira de sua nova invenção funcionar. Então ele estava preparado para se matar, colocando o carro em movimento. Antes do teste, Professor reconhece que todas as suas invenções, até aquele ponto, não foram bem sucedidas, e uma máquina do tempo parece ser algo bem complicado de inventar. Na cena, Professor define o DeLorean para que ele se dirija diretamente para ele e Marty, porém, ainda assim, fica chocado quando realmente funciona.

5. CLUBE DA LUTA é uma continuação das tirinhas do Calvin e Haroldo

fightclub

De quem é a teoria: Galvin P. Chow

Enredo do filme: Um homem entediado cria um amigo mais ousado, e os dois formam um violento e desonesto clube de luta.

Os elementos de prova: Não é dado nome ao personagem interpretado por Edward, mas poderia ser Calvin. No final do filme, é revelado que Tyler Durden não é um homem real, mas sim parte da dupla personalidade do personagem de Norton. Esta torção revela semelhanças com a história em quadrinhos. O tigre de pelúcia do Calvin, Haroldo, é completamente diferente de Calvin, possui uma própria personalidade, mas é totalmente criado pela imaginação de Calvin. Ambos, Durden e Haroldo, fazem as travessuras para que o personagem de Norton e Calvin não sentam a culpa ou as consequências de suas ações. Como Chow escreve: “Calvin frequentemente culpa lâmpadas quebradas em… Haroldo, e Jack está inclinado a acreditar que as diversas práticas de travessuras do Clube da Luta e outros ‘anti-sociedade’ são provocadas por Tyler, e não ele mesmo.”

Aqueles que apoiam essa teoria acreditam que Haroldo se tornou uma parte reprimida da imaginação de Calvin, que mais tarde ressurge como Durden. O clube da luta criado no filme é uma versão crescida do clube de Calvin e Haroldo, GROSS (Get Rid Of Slimy GirlS), pois ambos são clubes masculinos exclusivos.

6. TOY STORY 3 é uma analogia do Holocausto

toy_story_3

De quem é a teoria: Jordan Hoffman

Enredo do filme: Toy Story 3 é o último filme da franquia da Pixar, em que os brinquedos são doados a uma creche local, graças à partida do seu proprietário, Andy, para a faculdade.

Os elementos de prova: Há paralelos entre os momentos de O Pianista (sobre o Holocausto) com os deToy Story 3; incluindo o discurso de Woody: “Não, não podemos ser apenas abandonados. Certamente podemos ser úteis para eles de alguma forma. Sim, nós perdemos amigos, mas certamente isso não pode acontecer com a gente”, que ecoa de perto um discurso proferido em uma estação de trem em O Pianista. E mais: Buzz recomenda que permaneçam em segurança no sótão, um estranho paralelo com a história de Anne Frank. Sunnyside Daycare é onde os brinquedos acabam sendo jogados, e pode ser visto como um campo de trabalho. No final da película os protagonistas são quase queimados vivos. Embora eles consigam escapar, a implicação é clara de que eles são os sortudos sobreviventes – a exceção, não a regra.

O diretor de Toy Story 3, Lee Unkrich, diz que o filme “não tem absolutamente nada a ver com o Holocausto… O Holocausto nunca foi discutido na realização de Toy Story.”

7. O MÁGICO DE OZ é sobre o populismo nos EUA

wizard

De quem é a teoria: Originalmente de um professor do ensino médio na década de 1960, chamado Henry Littlefield.

Enredo do filme: Uma menina do Kansas chamada Dorothy é levada por um tornado e acaba parando numa terra de fantasia, onde ela precisa encontrar seu caminho de volta para casa.

Os elementos de prova: Como O IluminadoO Mágico de Oz é uma adaptação de um livro que provocou um monte de teorias. Muitos acreditam que o filme é sobre o populismo, um movimento político que foi sustentado pela maioria contra uma minoria elite, na década de 1890. Dorothy vive em uma fazenda no Kansas com sua tia e tio – o estado do Kansas, historicamente, tinha uma enorme quantidade de suporte para o populismo. Também, as representações da vida na fazenda de Dorothy são partes em preto e branco do filme, o que faz sentido, pois o populismo era sobre como a maioria estava sofrendo.

Os teóricos vão mais longe ainda, eles atribuem uma conexão como o movimento populista para cada personagem e localização no filme. Por exemplo, Dorothy, a pessoa comum de cada dia que é sufocada e esforçada no Kansas, o que levou ao surgimento do populismo. O espantalho queria ser um agricultor, o Homem de Lata mostra “industrialismo” (sua falta de coração é uma metáfora não tão sutil…), o Leão Covarde fornece um stand-in para o populista candidato presidencial William Jennings Bryan. O outro é medido em onças, abreviado “oz”, e a Cidade Esmeralda pode refletir o dinheiro – que é verde…

8. Willy Wonka da FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATE faz doces de crianças

wonka

De quem é a teoria: Popular na internet.

Enredo do filme: O fabricante de doces, Willy Wonka, faz um concurso em que cinco crianças têm permissão para fazer um tour em sua fábrica de chocolate ultrassecreta.

Os elementos de prova: O filme mostra que Willy Wonka é estranhamente secreto sobre sua receita. Sua fábrica foi originalmente fechada por ele não confiar no seus empregados com receio de que fossem espiões de outras fábricas e roubassem a receita – razão pela qual os Oompa Loompas foram trazidos para trabalhar. Teóricos acham estranho que o tubo que Augusto Gloop entra, é do tamanho perfeito para uma criança. Além disso, no Salão das Nozes, existe um tubo semelhante que liga a um incinerador (Esses tubos parecem mais terem sido feitos pelo Freddy Krueger do que por um gentil fabricante de doces). Mais tarde no filme, quando os doces Wonka literalmente transformam Violet em um mirtilo, ela tem que ser “espremida” (em inglês: juiced), que é a dica menos sutil para: canibalismo.

Finalmente, com base no transporte que o grupo usa para chegar ao redor da fábrica, é claro que Wonka sabia que eles iriam perder visitantes ao longo do caminho. E mesmo depois de perder as pessoas ao longo da tour, nunca há lugares vazios no transporte futuro que eles usam. Willy sabia que iam ser deixados para trás mesmo sem essa teoria, seguindo a história do filme que todos veem, claro, mas esse é um aspecto relevante para a argumentação da teoria.

9. ARRASTE-ME PARA O INFERNO é sobre uma garota que sofre de bulimia

dragmetohell

De quem é a teoria: Um usuário do IMDb – não identificado.

Enredo do filme: Uma garota é amaldiçoada por uma cigana e sua vida se torna um inferno.

Os elementos de prova: Embora este pareça ser um filme de terror comum, os eventos podem ser lidos como alucinações causadas por transtorno alimentar. Por exemplo, uma imagem aparece de Christine como criança em frente a uma placa que diz “Porca Rainha”. Ela claramente perdeu peso desde que a foto foi tirada, e muito para que fosse sem intenção. Ela também afirma ser “intolerante à lactose”, mas mais tarde é vista comendo sorvete. É uma coisa estranha a mentir sobre, e ainda mais estranho para inserir aleatoriamente em um filme de terror… Porém, isso faria sentido como uma desculpa para não comer comida… Então, uma razão para as alucinações. Christine raramente é vista comendo, enquanto o filme faz questão de mostrar outros personagens comendo. Muitos dos elementos de horror são mostrados em torno de alimentos, incluindo um bolo que ela está comendo, e que depois apodrece. E, claro, muitos personagens vomitarem sobre ela durante todo o filme.

10. HOMEM-ARANHA é sobre Peter Parker chegando à puberdade

spiderman_7

De quem é a teoria: Gaye Birch, dentre outros.

Enredo do filme: Na versão de 2002 do Homem Aranha, Tobey Maguire interpreta Peter Parker, que é mordido por uma aranha e vira um super herói.

Os elementos de prova: Peter é mordido pela aranha quando está fotografando sua grande paixão, Mary Jane Watson, que o leva mais tarde a sua transformação. A picada da aranha é uma metáfora bastante clara para o que geralmente acontece durante a puberdade, quando os meninos começam a descobrir seus interesses sexuais. Ao longo de sua transformação em um super-herói, Parker muitas vezes olha para si mesmo no espelho. Ele continua a estar chocado com as mudanças de seu corpo e as novas habilidades: outro sintoma da puberdade.

Em um ponto no filme,  tia May chega à porta do quarto de Pedrinho e desconfiada pergunta o que ele poderia estar fazendo lá…

E quanto ao material branco pegajoso que começa a sair da mão dele… mais uma vez, a metáfora não é muito implícita [risos].

11. A ORIGEM é sobre produção de filmes

inception

De quem é a teoria: Maria Bustillos e Devin Faraci

Enredo do filme: Um grupo precisa invadir o sonho de uma pessoa, a fim de plantar uma ideia em seu subconsciente.

Os elementos de prova: Leonardo DiCaprio pode ser um dos defensores dessa teoria, já que ele comparou A Origem com o 8 ½ de Fellini, que é um filme sobre como fazer filmes. Para que esta teoria faça sentido, o personagem do DiCaprio, Cobb, é o diretor artístico, que deve abandonar a sua musa, Mal, a fim de criar uma obra abrangente. Maria Bustillos refere-se a isto com a pergunta: “Quem está fazendo isso?” Cada personagem se encaixa em um papel dentro do processo de produção de um filme: Arthur como produtor, Eames como ator, Yusuf como efeitos especiais e Ariadne como roteirista.

Esses papéis fazem sentido no meio da trama, mas também têm presença nas imagens do filme. Eames muda sua aparência quando olha por um espelho, assim como um ator faria. E, como Jacopo della Quercia e o Sargento J.F. apontam, Yusuf é responsável pelo momento mais legal de efeitos especiais no filme… E o filme aponta especificamente que ele não recebe crédito por isso, tal como acontece com um design de produção no mundo dos filmes. Alguns dos truques do filme para fazer os sonhos, são tirados de um set de filmagem mesmo, como a escada infinita.

Vi lá no Literatortura

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s