#listadefilmes – 10 adaptações de Shakespeare para o cinema

É impossível falar de teatro, literatura e, vá lá, cinema, sem lembrar do maior mestre do teatro inglês. William Shakespeare escreveu comédias, tragédias, poemas e sonetos. Nascido no dia 24 de abril de 1564, ele faleceu no mesmo dia, no ano de 1616. Sua história ainda é tratada por alguns como mito. Há quem diga que ele nunca existiu e foi uma invenção de nobres que não queriam ser vistos como escritores (algo ruim na época). Pelo sim ou pelo não, ele ainda está “entre nós” e suas obras ganham milhares de adaptações no teatro ano após ano. No cinema não é diferente e a soma hoje ultrapassa 400 adaptações entre grandes e pequenas produções.

Frequentemente, alguns poucos estudiosos atribuem a Francis Bacon (1561/1626) e a Christopher Marlowe (1564/1593) parte de sua obra. No entanto, os pesquisadores que desconfiam da produção do dramaturgo não conseguiram provar as suas teorias e a densa obra de Skakespeare sobrevive pela excelente qualidade poética. Suas peças aliam uma visão poética e refinada a um forte caráter popular. Nelas, os crimes, os incestos, as violações e as traições são ingredientes para o divertimento do público. Shakespeare escreveu também poemas e mais de 150 sonetos que expressam frustração, agitação, masoquismo e homossexualidade.

Nos últimos vinte anos, apenas uma produção extraída de livros do escritor foi além da marca dos 100 milhões de dólares: o desenho animado O Rei Leão (1994), que se apropria das tramas de Hamlet com muitas licenças poéticas (o nome do autor não é sequer citado nos créditos). Ainda que não tenha sido adaptado de uma obra shakespeariana, a comédia romântica vencedora do Oscar Shakespeare Apaixonado, de 1998, seria o segundo filme da lista, com bilheteria de 289 milhões de dólares.

Veja abaixo uma lista com os 10 filmes adaptados ou inspirados em Shakespeare mais bacanas do cinema nos últimos 30 anos:

Romeu + Julieta

Romeu + Juliea

A versão do diretor Baz Luhrmann (de Moulin Rouge e O Grande Gatsby) é uma festa de cores, sons e emoções. Foi a primeira vez que Shakespeare foi adaptado no cinema trazendo o texto original mas em uma época atual. Aqui os Montecchio e os Capuletto são famílias de gangues rivais na fictícia Verona Beach. A trilha sonora inclui nomes como Garbage, Radiohead e The Cardigans e no elenco Leonardo DiCaprio e Claire Danes estrelam como o casal apaixonado numa das melhores adaptações do texto para o cinema. Indicado ao Oscar de melhor direção de arte.

Othelo

Othelloiagomovie

O diretor Oliver Parker traz esta tensa adaptação da peça do “Mouro de Veneza” em que Laurence Fishburne estrela como o personagem título ao lado de Iréne Jacob como Desdêmona e Kenneth Brannagh como um dos melhores vilões que a literatura e o cinema já produziram: Iago. Com inspirada recriação de época e tensão crescente o filme é de Brannagh que manipula a todos com maestria. Inclusive a platéia.

Hamlet

hamlet

Talvez a maior e mais ambiciosa adaptação de um texto de Shakespeare para o cinema até hoje, este filme espetacular carrega todo o texto original e toda a angústia do personagem título em mais de quatro horas de uma aula de cinema e teatro. Kenneth Brannagh dirige o filme e estrela como Hamlet ao lado de nomes como Judi Dench, Gerard Depardieu, Billy Cristal, Charlton Heston, Robbin Williams e Jack Lemmon em pequenas pontas e Kate Winslet como Ofélia. Recebeu quatro indicações ao Oscar.

O Rei Leão

lion-king-land

Não é oficial, mas qualquer um que conheça a história de Hamlet sabe identificar os elementos replicados em um dos desenhos de maior sucesso da história da Disney (e o melhor deles até hoje): o sobrinho atormentado, o rei assassinado pelo irmão, a vingança, até a dupla de amigos. Venceu o Oscar de melhor canção e trilha sonora.

Anônimo

Vanessa Redgrave and Rhys Ifans star in Columbia Pictures' "Anonymous."

Este filme brinca com a ideia de que William Shakespeare nunca existiu. Aqui ele reproduz a história de que era o Conde de Oxford quem escrevia as obras do bardo. Dirigido pelo mestre dos filmes-catástrofe Roland Emmerich (de Independence Day e 2012), o filme se passa na Inglaterra Vitoriana e tem diversas tramas envolvendo a corte e o Conde. Indicado ao Oscar de melhor figurino.

Shakespeare Apaixonado

shakespeare-in-love-gallery

O romance que retratou Shakespeare como um homem comum e atormentado pelo amor. Joseph Fiennes encarna o autor em uma situação de vida pobre que se apaixona pela bela Viola de Lesseps (Gwyneth Paltrow). O filme concorreu a 13 Oscars e ganhou 7 estatuetas, incluindo melhor atriz (Paltrow), melhor atriz coadjuvante (Judi Dench, que soma 8 minutos em cena ao longo do filme), melhor roteiro e melhor filme. O elenco ainda tem Geofrey Rush e Tom Wilkinson.

O Mercador de Veneza

merchant_of_venice11

Joseph Fiennes está presente em outro filme shakespeariano, desta vez no papel de Bassiano, um jovem apaixonado que pede um empréstimo para cortejar sua amada. A trama passada na cidade de Veneza no século XVI acompanha o desenrolar do empréstimo e uma promessa que envolverá um pedaço da carne do agiota caso a dívida não seja paga. O elenco ainda conta com Al Pacino e Jeremy Irons (que já havia dado voz ao tio assassino em O Rei Leão).

10 Coisas Que Eu Odeio Em Você

10 coisas

Talvez a mais pop de todas as adaptações, 10 Coisas… traz a trama de A Megera Domada para os dias de hoje. Kat é uma jovem impetuosa e independente. Sua irmã, Bianca, uma menina apaixonada. Após o pai impor a regra de que Bianca só poderá namorar se Kat também tiver um relacionamento a guerra entre as duas se arma e um bad boy da escola é contratado para conquistar a rebelde Kat para que outro possa sair com Bianca. O filme que apresentou Heath Ledger, Julia Stiles e Joseph Gordon-Levitt para o mundo do cinema é uma das comédias românticas mais adoradas até hoje.

Sonho de Uma Noite de Verão

sonho-de-uma-noite-de-verao-04

O diretor Michael Hoffman adapta esta comédia de erros de Shakespeare para o cinema com grande elenco: Kevin Kline, Michelle Pfeiffer, Rupert Everett, Stanley Tucci e Christian Bale estrelam a história dos casais trocados e enfeitiçados por um fauno na floresta neste belíssimo filme passado na Itália no início do século XX.

Muito Barulho Por Nada (2013)

much-ado-about-nothingnbspin-just-12-days

Outra comédia de erros adaptada para o cinema que traz conspirações românticas envolvendo jovens apaixonados. Novamente o texto original é mantido em uma obra passada nos dias de hoje, num filme em preto e branco com lindíssima fotografia. A inusitada direção ficou por conta de Joss Whedon, a mão por trás de Os Vingadores. Conta ainda com Clark Gregg, o Agente Coulson, no elenco.

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s