#listadefilmes – 15 mulheres poderosas no cinema

Hoje é dia internacional da mulher. No ano passado postamos aqui 20 filmes para mulheres. Este ano vamos homenagear as mulheres mais poderosas do cinema (com super poderes ou não). Dá uma olhada: (Ah, pode ser que algumas mulheres se repitam nas duas listas, porque afinal, elas merecem)

A Noiva / Beatrix Kiddo (Kill Bill 1 e 2):

killbill

a assassina criada por Quentin Tarantino é uma das mulheres mais poderosas do cinema. Após perder o seu bebê e passar cinco anos em coma, ela acorda pronta para executar a sua vingança contra os responsáveis pela sua destruição. Kill Bill – Volume 1 e Kill Bill – Volume 2 contam com outras figuras feminas de grande força, como O-ren Ishii (Lucy Liu), Elle Driver (Daryl Hannah), Vernita Green (Vivica A. Fox) e Gogo Yubari (Chiaki Kuriyama).

Katniss Everdeen (Jogos Vorazes):

katniss everdeen

Em meio à tantas franquias juvenis com mocinhas babacas, Jogos Vorazes se destaca por ter uma verdadeira heroína, que parte para a ação e ainda salva os homens ao seu redor. A aventura ainda é estrelada por Lawrence, Liam Hemsworth e Josh Hutcherson,

Ryan Stone (Gravidade):

gravity-movie-bullock-astronaut

Se você procura por um filme repleto de efeitos especiais, imagens deslumbrantes e muita tensão, Gravidade é um prato cheio! Em cartaz nos cinemas brasileiros, o suspense dirigido por Alfonso Cuarón recebeu 10 indicações ao Oscar 2014 e levou 7 prêmios pra casa. Para completar, Bullock surge como uma verdadeira guerreira,  enfrentando mil e uma adversidades em pleno espaço sideral.

Raimunda (Volver):

volver

A sexualidade e a mulher são sempre destaques da obra do espanhol Pedro Almodóvar, diretor dos aclamados Fale com Ela e Tudo Sobre Minha Mãe e ele retrata a figura feminina como poucos no cinema. Na comédia dramática Volver, ele aborda com maestria a resistência e a solidariedade feminina, revelando três gerações de mulheres de uma mesma família, que sobrevivem apesar de todas as adversidades. O elenco conta com outras duas queridinhas do cineasta: Carmen Maura e Lola Dueñas.

Scarlett O´Hara (E o vento levou):

scarlett-ohara

A personagem de Vivien Leigh é uma mulher voluntariosa, que ao longo do filme se transforma: de rica e mimada passa a ser pobre e batalhadora. Essa mudança vem marcada pelas adversidades, que ela supera com muita garra. Sua frase “Jamais sentirei fome, nem eu nem ninguém da minha família, nem que pra isso eu tenha que matar, roubar, mentir ou trair, por Deus eu juro, jamais sentirei fome!” é uma das mais famosas do cinema.

Gilda (Gilda):

1946-gilda-19468

Interpretada por Rita Hayworth, se tornou maior do que a própria atriz, que era constantemente chamada pelo nome de seu papel mais famoso. “Os homens dormem com Gilda, mas acordam com Rita Hayworth”, dizia. Sedutora, era disputada pelos homens mas não se dobrava a eles, assumindo as rédeas de sua própria vida em uma época onde isso era pouco comum às mulheres. Foi a protagonista da cena antológica de um strip-tease em que tira somente uma das luvas, cantando Put the Blame on Mame. Como dizia os cartazes do filme na época, ‘nunca houve uma mulher como Gilda’.

Erin Brockovich (Erin Brockovich):

erinbrockovich

Julia Roberts é uma mãe solteira e desempregada empenhada na luta contra uma grande corporação que está envenenando a água de uma pequena cidade e causando doenças nos moradores.

Princesa Leia Organa (Star Wars):

Princess_Leia's_characteristic_hairstyle

A personagem de Carrie Fisher é a líder da Aliança Rebelde e luta contra o Império de Darth Vader em uma das séries mais cultuadas do cinema. Aparentemente delicada, entra firme e forte nas batalhas intergalácticas, com tanta desenvoltura como briga com Han Solo, seu amor-bandido. Uma das primeiras personagens femininas da ficção científica a colocar as mãos na massa na hora de defender seu povo e seus ideais.

Sarah Connor (O Exterminador do Futuro):

Linda-Hamilton-as-Sarah-Connor

A garçonete vivida por Linda Hamilton sai da posição de assustada e indefesa no primeiro filme da franquia para aceitar seu destino de ser mãe de John Connor, o líder da resistência. A mudança radical inclui uma transformação física no segundo filme, o que a torna uma mulher pronta para qualquer batalha. E justifica o porquê dela ter sido a escolhida para ser a mãe de alguém tão importante para o futuro da humanidade.

Lisbeth Salander (Os homens que não amavam as mulheres, A Menina Quer Brincava Com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar):

Lisbeth-Salander

Vivida por Noomi Rapace (na versão sueca) e Rooney Mara (na versão americana, que conta somente com o primeiro filme), é uma hacker esperta, de jeito bruto e poucas palavras. À primeira vista parece frágil, mas tem uma força maior do que seu corpo andrógino demonstra. Esta aparência nada convencional, na verdade, esconde uma mulher ferida pela vida. Cheia de mistérios – que incluem problemas na justiça e abusos sexuais – teria tudo para se fazer de vítima, mas recusa este papel.

Lucy (Lucy):

lucy (1)

Scarlett Johansson vive uma mulher comum que por um acaso do destino passa a utilizar 100% da capacidade do seu cérebro. Um dos melhores filmes de 2013, Lucy é um filme de super-herói com cérebro. Impressionante e surpreendente até o último segundo.

Lara Croft (Lara Croft: Tom Raider):

lara croft

Ela sobreviveu a um acidente de avião, depois a uma longa caminhada de dias e, anos depois após a morte do pai, saiu para desbravar o mundo e sobreviveu a mais uma porrada de coisas também. Mais do que uma sobrevivente, Lara é linda, inteligente e atlética. Além de ter a beleza e o talento de Angelina Jolie.

Evita (Evita):

Evita-DI

Conhecida por sua luta por justiça social, Evita é símbolo de um período importante da história argentina. No filme de 1996, a líder é interpretada pela rainha do pop Madonna, em um de seus trabalhos mais importantes no cinema. Se você assistiu, tenho certeza que também lembra de Antonio Banderas em seu auge atuando como o líder comunista Che Guevara.

Maggie Fitzgerald (Menida de Ouro):

million-dollar3

Em Menina De Ouro, Hilary Swank é Maggie Fitzgerald, uma jovem determinada que possui um dom ainda não lapidado para lutar boxe. Maggie vai atrás de Frankie Dunn (Clint Eastwood), um treinador que conquistou vários títulos no passado, e não descansa enquanto ele não a aceita como sua aluna. Com o apoio de Scrap (Morgan Freeman), um funcionário do ginásio de Dunn, Maggie vai às últimas conseqüências para realizar o sonho de se tornar uma boxeadora profissional. Coragem é o que não falta para a garota!

Elizabeth (Elizabeth):

elizabeth-the-golden-age-1

O ano é 1554. A Inglaterra, divida entre católicos e protestantes, é governada pela católica Mary Tudor (Kathy Burke). Quando Mary falece, sua meia-irmã, a protestante Elizabeth (Cate Blanchett), assume o poder. No entanto, a nova rainha herda um país falido, sem exército e com inimigos por todos os lados, até mesmo na sua própria corte. A partir dessa história, contada no filme Elizabeth, a jovem mostra que é uma mulher corajosa e sacrifica sua vida pessoal para enfrentar as ameaças ao seu reinado.

4 comentários em “#listadefilmes – 15 mulheres poderosas no cinema

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: