#listadefilmes – 10 cenas de abertura de filmes marcantes nos últimos anos

As cenas de abertura frequentemente são melhores que um filme todo. Geralmente carregam muito do que virá a seguir, de forma explícita e exagerada.

Vamos lembrar algumas das mais marcantes dos últimos tempos?

Austin Powers e o Homem do Membro de Ouro

Tom Cruise como Austin Powers, Kevin Spacey como Dr. Evil, Dani DeVito como Mini Me? Gwyneth Paltrow sob a direção de Steven Spielberg? Sim, a abertura do terceiro filme de Austin Powers é sensacional. Pena que o filme ultrapasse o exagero e não seja tão bom.

Chicago

Catherine Zeta-Jones no palco do cabaré cantando All That Jazz enquanto vemos a ingênua Roxie galgando os degraus da desgraça (e da fama). Genial e hipnotizante.

O Resgate do Soldado Ryan

A cena do desembarque dos soldados na Normandia é curta e recente, mas já é clássica no cinema moderno.

Bastardos Inglórios

O que Tarantino mais gosta? Violência. Qual a segunda coisa que o Tarantino mais gosta? Diálogos afiados. As duas coisas estão presentes na cena de abertura de Bastardos Inglórios, que ainda brinda o espectador com o talento de Christoph Waltz.

O Rei Leão

A melhor animação já produzida traz uma cena de abertura impactante: todos os animais indo em direção à Pedra do Reino para a apresentação do príncipe recém-nascido: Simba.

O Cavaleiro das Trevas

Uma cena ainda mais recente tornada clássica: um assalto a banco com um bando de assaltantes mascarados. No melhor estilo Rebecca, todos falam no Coringa, todos temem o Coringa, mas ninguém sabe quem ele é, ele não está ali. Mas está.

Up

Uma  cena muda de alguns minutos pode resumir uma vida? Sim. E fazer chorar qualquer marmanjo.

Pânico

Em cerca de cinco minutos testemunhamos a primeira morte que entrará para a história de Ghostface e da cultura pop: Drew Barrymore faz pipoca e atende o telefone. Seu maior erro.

Matrix

Ninguém sabia muito bem o que era Matrix quando o filme surgiu numa era quase pré-internet e a primeira cena já traz boa parte da ação e efeitos especiais que seguiriam.

Watchmen

Toda a violência e poesia do assassinato do Comediante abre espaço para uma sequência de créditos iniciais fantástica e para um filme que, não fosse tão didático, seria poesia pura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: