Mauricio de Sousa completa 80 anos

mauricio-de-sousa

Nascido em Santa Isabel em 27 de outubro de 1935, Mauricio de Sousa se tornou o maior nome dos quadrinhos brasileiros. Filho de poetas e ilustrador desde muito jovem, Mauricio teve contato com um grande veículo de comunicação aos 19 anos, quando mudou-se para São Paulo e passou a trabalhar como repórter policial no jornal Folha da Manhã.

Em 18 de julho de 1959, uma tira estrelada por um cachorro, chamado Bidu, foi aprovada para publicação pelo jornal. E foi aí que sua carreira de cartunista começou, com a série de tirinhas Bidu e Franjinha, que eram publicadas semanalmente no jornal onde trabalhava. Nos anos seguintes criou diversos personagens – “Cebolinha”, “Piteco”, “Chico Bento”, “Penadinho”, “Horácio”, “Raposão”, “Astronauta”, etc. Em 1970, lançou a revista da “Mônica”, com tiragem de 200 mil exemplares, pela Editora Abril. A Mônica (sua personagem mais famosa) só apareceu em 1963 e, em 1987, já contando com vários personagens, o desenhista começou a ilustrar o suplemento infantil do “Estado de São Paulo”, o “Estadinho”.

Desde então seus personagens ganharam vida própria e hoje fazem parte da cultura brasileira. Hoje na editora Panini, Mauricio desenvolveu novas histórias e personagens, que já foram homenageados das mais diversas formas. Por exemplo, em 2007 Mônica foi nomeada “embaixadora do UNICEF”, era a primeira vez que uma personagem infantil recebia esse título. Em 2008 ela também foi nomeada “embaixadora do turismo brasileiro” pelo ministério do turismo.

Em 2008 o cartunista criou a “Turma da Mônica Jovem”, com os consagrados personagens em idade adolescente. Os quatro primeiros números da revista venderam mais de um milhão e meio de exemplares.

turma da monica jovem
Mônica, Cascão, Magali e Cebolinha na Turma da Mônica Jovem

Em 2013, na época em a primeira tira da Turma da Mônica completou 50 anos, Mauricio de Sousa reconheceu em entrevista que a ideia inicial não era falar com o público infantil. “Eu não desenhava para criança, mas para o leitor do jornal, que a gente entendia como um adulto”, disse.

Para ele, o sucesso do trabalho se deve à identificação dos leitores. “Todo mundo conhece um Cascão, já foi a Magali, tem um momento Mônica, umas mancadas iguais ao Cebolinha, sonha com um lugar aprazível onde mora o Chico Bento…” .

Pai de 10 filhos, Maurício tem inspiração de sobra para suas histórias e não só elas, como também os personagens são inspirados na vida real, pois Mônica e Magali são nomes reais de duas das filhas do desenhista, assim como os nomes dados a outros personagens,

Primeira personagem a levar o nome de um dos filhos de Mauricio, Mônica foi concebida para ser coadjuvante nas tiras do protagonista Cebolinha, mas logo ganhou autonomia. Em 1970, passou a estrelar sua própria revista, com tiragem inicial de 200 mil exemplares, e então começou a tomar forma o que conhecemos hoje como a Turma da Mônica – não só na organização dos personagens mas no traço, que foi ficando mais arredondado com os anos, até o visual consagrado que hoje os desenhistas do estúdio reproduzem em inúmeras criações.

Relembre as 50 curiosidades da Turma da Mônica no site Mondo Bacana

Demanda antiga dos artistas do estúdio, por onde já passaram nomes como Lourenço Mutarelli (hoje escritor de obras como O Cheiro do Ralo), as HQs da turma passaram recentemente a creditar os nomes dos desenhistas e roteiristas que criam as histórias. É mais um passo nesse processo de construção e consolidação de uma indústria do quadrinho nacional, que passa obrigatoriamente pelo nome de Maurício de Sousa. Hoje cerca de 150 empresas brasileiras e estrangeiras licenciam mais de três mil produtos da Turma da Mônica, em 30 países, mas a capacidade de ensinar as pessoas a se interessar por histórias de quadrinhos, que o autor faz há mais de 50 anos, não tem como calcular.

mauricio_de_sousa

Hoje entre quadrinhos e tiras de jornais, suas criações chegam a cerca de 50 países. O autor já chegou a 1 bilhão de revistas publicadas. Os quadrinhos se juntam a livros ilustrados, revistas de atividades, álbum de figurinhas, CD-ROMs, livros tridimensionais e livros em braile.

Mauricio de Sousa lança app com mais de 500 gibis da Turma da Mônica

Mais de 100 industrias nacionais e internacionais são licenciadas para produzir quase 2.500 itens com os personagens de Mauricio de Sousa, entre jogos, brinquedos, roupas, calçados, decoração, papelaria, material escolar, alimentação, videos e DVDs, revistas e livros. Em 2013, a “Turma da Mônica” comemorou seus 50 anos.

Boa parte da sua vida está contada na HQ Mauricio de Sousa – Biografia em Quadrinhos, reeditada pela Panini e estendida para contemplar neste ano o aniversário de oito décadas. Nela é recontada a história do paulista de Mogi das Cruzes, que começou a trabalhar como ilustrador para rádios e jornais da cidade, antes de se mudar para São Paulo, aos 17 anos, onde teve que se contentar com uma vaga de repórter no caderno policial do jornal Folha da Manhã. Durante cinco anos, Maurício fez a rotina das rondas, e mantinha-se desenhando com ilustrações que acompanhavam suas reportagens.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s