Sobre trabalhar em casa

Telefone toca. Mulher atende:

ATENDENTE: Emergência, bom dia, em que posso ajudar?

HOMEM: Alô… é… bom dia… eu trabalho em casa…

ATENDENTE: (demonstrando nervosismo) Ok… tem mais alguém aí com o senhor?

HOMEM: Não, estou sozinho…

ATENDENTE: E quando foi a última vez que o senhor viu alguém? Foi hoje?

HOMEM: Hum… minha esposa… hoje de manhã… eu acho.

ATENDENTE: Mais alguém?

HOMEM: Acho que não. Tem uma senhora que limpa o corredor aqui, mas só vi pelo olho mágico. Acho que não conta.

ATENDENTE: Infelizmente não. (pausa) Vou lhe pedir para abrir as cortinas, ok? Vamos iluminar um pouco o ambiente.

HOMEM: Iluminar quanto?

ATENDENTE: Só um pouco basta.

HOMEM: Pronto, abri. (pausa) Está claro lá fora, mas um pouco nublado.

ATENDENTE: Assim está ótimo. Agora, senhor, preciso que me diga o que está vestindo.

HOMEM: Ah… roupas normais…

ATENDENTE: De sair ou de ficar em casa?

HOMEM: Espera, deixa eu olhar. (pausa) Pijamas. Estou de pijamas. Engraçado, podia jurar que tinha trocado. Achei que estava de jeans!

ATENDENTE: Ok senhor, mantenha a calma.

HOMEM: Espera… não estou usando camiseta! É só minha pele! Ai meu Deus!

ATENDENTE: Por favor, senhor. Fique calmo. Está usando apenas a parte de baixo do pijama então. Podemos concluir que o senhor não tomou banho hoje, neste caso…

HOMEM: Não sei…

ATENDENTE: Vou precisar que o senhor vá até o banheiro para ver se sua toalha está molhada. Pode fazer isso pra mim?

HOMEM: Acho que sim. (pausa) Estou indo lá. Ok, cheguei, estou no banheiro, vejo a toalha… está seca…

ATENDENTE: Ok senhor, está tudo bem. Vamos voltar pra janela onde vem luz de fora, certo? Por favor, ande na direção da luz. Qual o seu nome, Senhor?

HOMEM: João.

ATENDENTE: Olá João, eu me chamo Marisa.

JOÃO: Olá Marisa.

MARISA: Agora me diga, João. Você comeu algo hoje?

JOÃO: Sim!! Diversas vezes. (ele parece feliz)

MARISA:  Você está comendo neste momento, João?

JOÃO: Ah, eu estou o tempo todo comendo.

MARISA: Ok, pode me dizer o que você comeu hoje?

JOÃO: Quer dizer… tudo?

MARISA: Sim. Por favor.

JOÃO: Não sei dizer exatamente… quer dizer, primeiro foi o café com leite e pão no café da manhã. Depois comi algumas torradas… depois um pedaço de bolo que estava aqui. Ou panetone.

MARISA: Mas João, já estamos em março.

JOÃO: Eu acho que era panetone.

MARISA: Ok, e foi só isso?

JOÃO: Comi umas torradas. E frutas também. E maionese. E suco de caixinha.

MARISA: O senhor usou um copo para tomar o suco?

JOÃO: Não… tomei da caixinha mesmo. Não tinha ninguém olhando… nunca tem ninguém olhando.

MARISA: Então o senhor não usou copo ou até a mesma xícara do café?

JOÃO: Não.

MARISA: E foi só isso até o almoço? Passou a maionese nas torradas?

JOÃO: Não… as torradas foram com margarina. Eu me lembro de banana… e maionese…

MARISA: O senhor passou a banana na maionese???

JOÃO: É possível… mas não tenho certeza… e tinham uns coelhos de chocolate também.

MARISA: Mas ainda não estamos na Páscoa, João…

JOÃO: Eu sei… (pausa) Ah, teve queijo e presunto também.

MARISA: O senhor fez um sanduíche?

JOÃO: Sim! Queijo, presunto e outro queijo.

MARISA: Ok… agora me diga, o senhor já trabalhou bastante hoje?

JOÃO: Hum… acho que não… eu precisava ter feito um relatório para uma reunião. Eu comecei…

MARISA: E não terminou?

JOÃO: Não… tem tanta coisa bacana na internet! Tem testes, fotos engraçadas. Ah, e eu brinquei um pouco com meu cachorro também. Ele é bastante carente, sabe? E bastante esperto, e…

MARISA: Por favor, João. Vamos manter o foco. O senhor foi procurar informações para seu relatório na internet?

JOÃO: Ah sim. Isso mesmo. Daí eu entrei no youtube e… comecei a ver um documentário.

MARISA: UM DOCUMENTÁRIO?

JOÃO: É… um documentário sobre pinguins. Eu adoro pinguins. Daí do documentário acabei indo pra… outros vídeos…

MARISA: Hum… então o senhor começou a ver pornografia?

JOÃO: Sim.

MARISA: O senhor foi dos pinguins direto pra pornografia?

JOÃO: Isso mesmo.

MARISA: (pausa) E quanto tempo o senhor ficou assistindo vídeos?

JOÃO: Não sei, mas isso não importa né? Afinal sou eu quem faço meu próprio horário né? (pausa) Marisa?

MARISA: Ok, eu entendo. Agora, já que o senhor não trabalhou, o senhor acha que fez algum exercício hoje?

JOÃO: Eu não me lembro. É possível…

MARISA: O senhor pode olhar em volta, por favor, e me dizer se encontra algum equipamento de exercício ou de ginástica? Shorts, pesos ou coisas assim?

JOÃO: Hum… não estou vendo nada… (pausa) Espera! Tem um tapete de ioga aqui!

MARISA: Ok, isso é ótimo! É seu?

JOÃO: Não, é da minha esposa.

MARISA: Senhor Joã…

JOÃO (interrompendo): AI MEU DEUS!!!

MARISA: O que foi? Por favor mantenha a calma.

JOÃO: Minha Esposa! Eu tenho que lavar a louça antes de ela chegar em casa!

Desliga

Traduzido e adaptado deste post

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre trabalhar em casa

  1. José Maria disse:

    Bom…. Isso é quase eu se não tivesse a produtividade que controla o que faço ou deixo de fazer, além do telefone que toca com alguém de qualquer parte do mundo para me tirar do meu mundinho… jejeje
    Trabalhar em casa é mais disciplina do que se imagina a, senão se perde fácil!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s