Estúdio lança fonte em homenagem à bandeira do arco-íris e seu criador

Faz quase 40 anos desde que o ativista e artista Gilbert Baker criou a primeira bandeira do arco-íris com suas próprias mãos, tingindo e costurando as tiras coloridas com as próprias mãos uma a uma. Hoje a bandeira, cujas cores foram reduzidas de oito para seis, permanece como um símbolo de unidade e orgulho para a comunidade LGBT.

Agora, graças ao estúdio Ogilvy & Mather, ao Newfest, à associação NYC Pride e ao site Fontself, o espírito da bandeira foi transformado em uma fonte, com tiras de cores alternadas que formam as letras coloridas.

fongte pride.gif

Nós queríamos celebrar algo que ele criou e que realmente mudou a percepção das pessoas a respeito daquela comunidade“, disse o diretor criativo da Ogilvy, Chris Rowson, a respeito da fonte que recebeu o nome de “Gilbert”. De acordo com ele a mistura de cores se relaciona diretamente com a comunidade LGBT: “Nós gostamos da ideia das nuances e misturas de cores umas sobre as outras e que de certa forma cria coisas novas“, disse ele.

Leia mais: Conheça mais sobre Gilbert Baker em When We Rise, o seriado que você PRECISA assistir

Embora Baker tenha falecido em março deste ano, a bandeira que criou já está imortalizada como um símbolo da comunidade LGBT e esta fonte acompanha a ideia de design e símbolo criada  por ele.

A fonte está disponível para download gratuito na versão COLORIDA e na versão de COR ÚNICA. Ogilvy diz esperar que a fonte acompanhe posteres de protesto, banners, cartazes e espaços gay-friendly no mundo todo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s