#novamusica – Pedro Gama

No palco do Centro Municipal de Referência da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca, ecoam os versos do poeta do morro. O lamento de Candeia dá o tom da interpretação de Pedro Gama. O artista apresenta “Cabocla Jurema” em uma gravação ao vivo, registrada durante o show de lançamento de seu EP autoral, “Condôminos”. A obra viria para solidificar o nome do cantor como uma das mais promissoras vozes do samba e música brasileira na cena carioca.

Agora, é possível recordar esse momento intenso da apresentação no vídeo, lançado pela produtora Filmes do Zé, que também assina o primeiro clipe de Pedro Gama, a ser divulgado em breve. Não por acaso, este momento do show foi um dos mais significativos. “Cabocla Jurema” aborda a lenda desta entidade, conhecida em vibrações variadas, fazendo referência à mata, à cachoeira, à praia, etc. Na canção de Candeia, o guerreiro da lenda ganha a identidade de um violeiro. Ao se apaixonar, Jurema teve seu povo voltado contra ela.

“Essa música eu conheço desde pequeno, pois minha mãe e avó sempre cantaram Candeia pra mim. No show de lançamento, eu fiz um bloco só com homenagens às minhas referências. Teve Raul, Sérgio Sampaio, Candeia e Reginaldo Rossi . Essa música foi a primeira desse bloco. Acho que ela tem uma analogia interessante, sem faltar com respeito ao sincretismo e à religião afro-brasileira”, relembra Gama.

Assim como a canção original, a versão de Pedro Gama preza pela simplicidade no arranjo, dando destaque ao vocal e à letra. Se na interpretação de Candeia, os elementos percussivos ganham força, nesta releitura a voz é acompanhada apenas por um sutil violão, enquanto backing vocals marcam presença em alguns versos.

Duas coisas são típicas do carioca: boemia e bom humor. O cantor e compositor Pedro Gama, morador da Lapa, decidiu reunir os dois no bem humorado clipe para a canção “Pergunte a você”. A música faz parte do seu EP de estreia, “Condôminos” (2016), que traz na sonoridade o rock e o samba de raiz, com letras sinceras. O vídeo foi produzido, dirigido e roteirizado por Zé Pereira, da produtora Filmes do Zé, com direção de fotografia assinada por Ricardo Gomes.

A ideia do clipe em stop motion surgiu em uma conversa entre diretor e cantor. A amizade dos dois existe desde a época do colégio e, foi por conhecer tão bem Pedro Gama, que houve a segurança de sugerir esse tipo de conceito. O vídeo conta o típico caso do rapaz que quer conquistar a moça do bar e cujas táticas de sedução incluem envio de bilhete via garçom, dança coreografada e, claro, muitos copos de cerveja para criar coragem.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s