#novamusica – Heavy Baile

Em um momento em que é discutida a proibição do funk, os cariocas do Heavy Baile se preparam para o passo mais ousado de sua história. Consolidado na noite carioca e paulista como um gênero musical e uma festa, o HVY BL surge como um grupo em seu álbum de estreia, que acaba de ser antecipado pelo single “C.E.O.N”, já disponível nas plataformas de música digital.

Personificado pela união do produtor musical Leo Justi com o MC Tchelinho, o Heavy Baile chega com uma faixa que busca inspiração no início do funk de favela carioca, com influência do Miami Bass. “C.E.O.N” traz para os ouvintes o espírito da experiência ao vivo de estar no baile e é o primeiro lançamento após o hit “Toca na pista”, parceria com Tropkillaz e MC Carol, que já acumula quase 1,5 milhão de views apenas no YouTube.

“A ideia de fazer o álbum veio com a concretização de ‘Toca na pista’, que foi o lançamento mais expressivo que fizemos até agora. Como sequência, queríamos mostrar a identidade do projeto e sintetizar esses anos de live e festa com um clima bem ao vivo nas faixas em estúdio”, conta Justi.

Um dos produtores mais conceituados do Rio, Leo Justi está em um momento de ascensão na
carreira, após o lançamento do elogiado álbum “Bandida”, da MC Carol, produzido por ele, que já trabalhou com grande nomes como M.I.A., Phantogram,  Emicida e teve dois EPs lançados pelo selo Waxploitation (“HVY BL NSS PRR”, de 2014, e “Vira a Cara”, de 2015). Seu estilo eclético, unindo funk ao trap e ritmos de periferias do mundo inteiro, vai ganhar uma aura mais clássica do som dos bailes das favelas cariocas no novo lançamento.

“O que mais pesa no single é a procura do lugar de encontro entre o meu trabalho e o do Tchelinho. Tem faixas no disco que são mais minha cara, outras mais dele, mas o que queríamos era unir as nossas vibes”, conta ele.

Fruto do Rap da Cruzada, MC Tchelinho é portador do fogo do baile funk. O carismático artista tem se destacado com a sua presença de palco explosiva, herança do seu trabalho como ator. Muito do que apresenta no palco, ele coloca nas tracks que participa com suas rimas.

“Minha inspiração vem muito do palco, do nosso clima. Acredito que eu absorva bastante o que é a troca de sensações público x artista e, por ser oriundo do teatro, acredito carregar essa característica comigo também para os shows como MC”, conta Tchelinho.

Ele e Justi se conheceram em 2013, na Cruzada, comunidade onde Tchelinho residia. A partir daí, o local passou a sediar as primeiras edições do Heavy Baile. Depois que o evento cresceu e passou a ocupar algumas das melhores casas do Rio, a preocupação com a favela continuou.

“Em todas as festas a gente tem uma lista pros amigos, com valor bem menor, seja da Rocinha, do Pavão, Vidigal, Cantagalo”, enumera Tchelinho. Mas, é importante frisar, não se trata de caridade. “Se o Heavy Baile é funk, e se o funk vem da favela, a favela precisa estar lá”, ele declara.

O lançamento do single e do álbum chegam num momento em que o funk é, pra variar, objeto de polêmica. Um projeto de lei criado por um empresário paulista e, que atualmente tramita no Senado, prevê a criminalização do gênero musical. “É uma covardia! A favela já não tem nada e tem sempre alguém tentando tirar mais”, reflete Tchelinho, que logo se diverte, “eles podem tentar proibir, mas a gente nunca vai parar de fazer nosso som. Até porque, como dizem, proibido é mais gostoso!”

“C.E.O.N” é a primeira amostra do álbum de estreia do Heavy Baile, que será lançado nas próximas semanas. A distribuição é realizada pelo selo próprio Heavy Baile Sounds, parceria de Justi com a Ubuntu Produções, das irmãs Ana Paula e Isaura Paulino. Na lista de lançamentos fruto dessa parceria, além do já citado “Bandida”, figuram também o single de retorno da Abronca (ex-Pearls Negras), os singles e EP do DJ Thai e o EP coletivo “Embrasado”, introduzido no ano passado, como primeiro passo artístico do HVY BL. O objetivo do selo é levar para as massas, a cultura e os sons dos morros cariocas.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s