IZA, a nova sensação do pop nacional, é a nova apresentadora do Música Boa, do Multishow

izacantora-no-mix-tudo

Carioca, publicitária, dona de uma voz incrível e uma beleza invejável, essa é IZA. Não conhece? Ah! Você deve conhece sim. Isabela Lima chegou a trabalhar como editora de vídeo mas viu mesmso que sua vida era a música. Dona de um canal do youtube onde grava covers de vários artistas nacionais e internacionais, IZA, seu nome artístico, tem como referencia nada mais e nada menos que  Lauryn Hill, Tina Turner, Diana Ross e Stevie Wonder até mesmo cantoras que fazem grande sucesso no pop atual como: Beyoncé, Rihanna e Tinashe.

Negra, empoderada, muita gente não gosta desta última expressão mas temos que citar, IZA usa sua voz para falar das minorias em m´sucias com letras fortes e batidas conquistadoras. Em um Brasil atualmente dominado pelo sertanejo sofrência, a Rihanna Brasileira, como começou a ser chamada logo que foi contratada pela Warner Music ano passado, é uma boa pedida para quem gosta de um pop de qualidade e em português.

Ela tem feito tanto sucesso que acabou sendo escolhida para substituir Anitta na apresentação do programa “Música Boa” no Multishow, e não Pabllo Vitar como tinha sido noticiado pela mídia.  Em 2013 em seu canal do Youtube a cantora gravou um cover de “He Can Only Hold Her,” de Amy Winehouse, que explodiu – nas primeiras horas, a gravação contava com mais de 20 mil visualizações. Já o segundo, um mash-up de Beyoncé e Rihanna, ganhou as telas do canal Multishow. “Minhas referências são da black music”, diz ela à edição online da revista Vogue Brasil, com visual assumidamente influenciado por divas como Grace Jones, Tina Turner e Diana Ross.

Apaixonada pela moda, foi isso que a fez conhecer o seu diretor  artistico e empresário Leo Bechila. O dos dois foi simbiótico, e começou pela mudança visual da cantora. “Na música, a moda também tem o papel de comunicar. Tudo o que eu visto canta comigo”, define ela, agora sob uma estética de guerreira contemporânea e penteados arquitetônicos.

Algumas letras de IZA falam sobre sentimentos, mas a principal mensagem que ela quer deixar  é o empoderamento feminino, como na canção “Quem Sabe Sou Eu”, parceria com Pretinho da Serrinha, Rogê e Gabriel Moura. “Essas canções refletem minorias antes reprimidas, mas que agora se orgulham de ser quem são. Eu mesma sempre alisei o cabelo para tentar me enquadrar. Um dia coloquei essas tranças para entender quem eu era. Hoje sou mais segura e feliz.”, diz IZA pra Vogue.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s