Opções de compras e passeio, Curitiba tem feiras livres todos os dias

Os dias mais longos e quentes, durante o verão, são um convite para visitar as feiras da Prefeitura. Ao todo, 77 pontos são administrados pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), entre Feiras Livres, que reúnem comerciantes de hortifrutigranjeiros e comidinhas; Noturnas, de comidas prontas e hortifrutigranjeiros; Gastronômicas, que só oferecem pratos para consumo na hora; Orgânicas, de produtores e comerciantes de alimentos livres de agrotóxicos; e do programa Nossa Feira, que comercializa frutas e verduras de agricultores da Grande Curitiba ao preço máximo de R$ 2,29 o quilo.

“As feiras são um programa para toda a família, amigos e também para os turistas que visitam Curitiba”, destaca o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Luiz Gusi. Ele ressalta que todos os pontos da Prefeitura passam, periodicamente, por monitoramentos da qualidade dos alimentos e serviços. O trabalho é realizado pela Gerência Técnica de Controle de Qualidade da Smab.

Com o horário de verão, que vai até 17 de fevereiro, os pontos do Nossa Feira tiveram horário estendido, das 16h até as 21h.


Opções de feiras que podem ser visitadas a cada dia da semana:

Segunda-feira

A Praça 19 de Dezembro, no Centro, recebe toda segunda um dos pontos do Nossa Feira. Em uma grande tenda, agricultores familiares da Grande Curitiba vendem diretamente para a população frutas e verduras ao preço único de R$ 2,29 o quilo.

Além disso, o local conta com bancas de pastel, pamonha, pescado, frios e petiscos. A feira ocorre, das 16 às 21 horas (no verão), na lateral com a Rua Paula Gomes. Além do ponto da Praça 19 de Dezembro, também funciona, nas segundas, o Nossa Feira do Uberada/Jardim Primavera.


Terça-feira

Quem mora ou trabalha próximo à Rua Paulo Gorski tem à disposição, toda terça-feira, os alimentos vendidos na Feira do Mossunguê, curiosamente a única, entre as 39 feiras livres da Prefeitura, que começa no início da tarde (das 14 às 20 horas). O ponto reúne sete feirantes que comercializam hortifrutigranjeiros e comidas prontas (pastel, quibe, risole e bolinhos), além de embutidos e queijos.

A feira vespertina fica na Rua Paulo Gorski, esquina com Rua Elvira H. Ramina, Mossunguê.


Quarta-feira

Moradores do Ahú sabem que quarta é dia de feira orgânica à noite no Largo Erasmo de Rotterdam. Um dos dois pontos noturnos deste tipo de produto da Prefeitura (o outro ocorre às terças, no Cristo Rei), a Feira Orgânica do Ahú reúne, das 17h às 21h, seis comerciantes e produtores de hortifrutigranjeiros, ovos, carnes e até cosméticos livres de agrotóxicos, hormônios ou outros insumos geneticamente modificados.

A feira fica, no Largo Erasmo de Rotterdam, entre as ruas Brasilino Moura, Deputado Wanderley Júnior e Eurípedes Garcez Nascimento.


Quinta-feira

Na Feira Gastronômica do Cristo Rei, comerciantes oferecem, toda quinta-feira, das 17h às 22h, iguarias saborosas, muitas refletindo a influência dos imigrantes que formaram a capital. Pierogi, kassler, bolinho de bacalhau, empanadas, tapiocas, pastéis são algumas das delícias oferecidas pelos 16 comerciantes para consumo na hora.

O ponto do Cristo Rei fica na Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco, esquina com Rua Gottlieb Rosenau. Também há feiras gastronômicas no Capão Raso (às sextas, das 17h às 22h) e no Batel (sábado, das 12h às 21h).


Sexta-feira

A Feira Noturna da Praça da Ucrânia, no Bigorrilho, reúne 37 bancas e traillers que também possibilitam uma verdadeira viagem pela culinária mundial, além de além comercializar hortigranjeiros e frios. Pensou em acarajé ou sushi? Tem! Pensou em pratos peruanos, poloneses ou alemães? Tem! Pensou em pasteis, empanadas, crepes ou tapiocas? Claro que tem!

A Feira Noturna da Praça da Ucrânia fica entre as avenidas Padre Agostinho e Padre Anchieta. De terça a sexta, há pontos em nove locais da capital.


Sábado

Nas 20 bancas da Feira Orgânica do Passeio Público, 90% dos comerciantes são agricultores familiares, que vendem frutas, verduras, legumes, ovos, leite, carnes, pão, geleias, massas caseiras e extrato de tomate – tudo sem agrotóxico. Há ainda as linhas de cosméticos orgânicos certificados da marca curitibana Cativa Natureza (gel dental, xampu, maquiagem, hidratantes, desodorantes, cremes e argilas).

A feira, que ocorre das 7h às 12h, na Rua Presidente Faria S/N, e, ainda no sábado, há outros quatro pontos (Jardim Botânico, Praça da Ucrânia, Santa Felicidade e Santa Quitéria). Ao todo, existem 12 feiras orgânicas diurnas de terça a sábado.


Domingo

Os 45 traillers e bancas tornam a Feira Livre da Praça 29 de Março, no Mercês, a maior entre os nove pontos que ocorrem, todo domingo, das 8h às 12h. Hortifrutigranjeiros são o carro-chefe de muitos comerciantes, mas também não faltam pratos prontos para serem saboreados na hora, bem como pescados, embutidos, queijos, doces, pães, biscoitos.

No domingo, também há feiras livres no Prado Velho, Bacacheri, Jardim Saturno, Fazendinha, Barreirinha, Campo Comprido, Cajuru e Vista Alegre. A Smab administra, ao todo, 38 feiras livres que funcionam no período da manhã.


Serviço

Confira no site www.curitiba.pr.gov.br/servicos/cidadao (no link Alimentação) todas as feiras da Prefeitura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s