Sequência de Animais Fantásticos vai ignorar homossexualidade de Dumbledore

Animais Fantástios: Os Crimes de Grindelwald vem trazendo desapontamento aos fãs de Harry Potter já antes da estreia.

Primeiro foi o burburinho em torno da escalação de Johnny Depp para o elenco (o ator sofreu um processo de abuso e violência doméstica por parte da ex-mulher), agora chega outra notícia que não agradou nem um pouco os fãs do bruxinho e do spin-off: cerca de dez anos atrás, JK Rowling relevou que Albus Dumbledore era gay e que ele especificamente teve um relacionamento com Gellert Grindelwald em sua juventude. Pois muito bem, Os Crimes de Grindelwald terá Jude Law como um jovem Dumbledore, era de se esperar que veríamos um pouco deste relacionamento amoroso. Só que não.

O diretor David Yates falou ontem à EW sobre como o tema será tratado no filme:

“Não de forma explícita”, Yates respondeu quando perguntado se o filme trataria da homossexualidade de Dumbledore. “Mas acredito que os fãs já esperavam isso. Ele teve uma relação muito intensa com Grindelwald quando jovem. Eles se apaixonaram um pelo outro, mas também pelas ideias e ideologias do outro.”

Parece que qualquer menção à sexualidade em geral de Dumbledore será ignorada sem muitas explicações. Claro que não se esperava ver cenas calientes de Law e Depp (não?), mas por que manter a homossexulidade um segredo e, ainda hoje, um tabu? Você pode dizer que era demais para a época em que o filme se passa. Mas eles eram bruxos, oras! E dois dos mais poderosos, será que não conseguiriam enfrentar o preconceito (e, ao mesmo tempo, mostrar para os fãs que não tem nada de errado em ser gay)?

A maior frustração aqui é que Rowling gosta de dizer que criou um mundo inclusivo, onde os vilões são pessoas que buscam excluir os demais (seja Grindelwald ou Voldemort) e, quando surge areal oportunidade de realmente SER inclusivo, recuam. E, neste caso, a culpa é toda da própria JK Rowling. Ela é a roteirista aqui e, dada sua reputação (e o lucro que já deu à Warner Bros.), é de se esperar que ela tenha algum poder com relação ao filme. Mas ao invés disso ela decidiu manter Dumbledore no armário, como se a homossexualidade do personagem fosse motivo de vergonha.

Definitivamente um balde de água fria na cabeça dos fãs que acreditavam poder se identificar um pouco mais, de forma real, com o universo Harry Potter. Sem metáforas ou meias palavras, mas com um personagem gay que tem a coragem de enfrentar o mundo e cuja homossexualidade não o define, é apenas um traço de sua personalidade que, sim, faz parte dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s