Autor de ‘Me Chame Pelo Seu Nome’ comenta cena do pêssego no filme e no livro

Você também deve ter achado a “cena do pêssego” um dos momentos mais intensos de Me Chame Pelo Seu Nome. Quem leu o livro garante que nas páginas ela é ainda mais… saborosa (com o perdão do trocadilho).

call me by your name

Enquanto no filme Oliver (Armie Hammer) apenas faz menção de provar o pêssego, hum, com creme, em que Elio (Timothée Chalamet) esteve, hum, trabalhando, no livro ele realmente come o pêssego todo.

Em uma entrevista no Festival de Toronto, o autor do livro André Aciman explicou porque a cena do pêssego é tão importante para a história:

É muito chocante. Mas ao mesmo tempo é o momento mais íntimo entre dois homens. No livro Oliver come o pêssego e diz ‘Porque eu quero cada parte de você. Se você morrer, eu quero que parte de você fique comigo, em meu sistema.’. No filme ele apenas põe o dedo no pêssego e quase o lambe. E está suficiente para o cinema. Nós não precisamos ver mais. É absolutamente superlativo.”

Assista a entrevista abaixo (em inglês):

Um comentário

  1. Fantástico o filme, e ontem corri na Livraria Cultura para adquirir o livro, que nos comentários dos leitores é excelente!
    Vou revelar o que me chamou a atenção nessa história que vi, no cinema: Surpreendeu-me por não ser um “filme gay”, pois os personagens principais como o Élio se permite sentir prazer tanto com seu amor platônico masculino, como com a menina e até com o pêssego, rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s