#ComentáriosLiterários – O Elefante Desaparece, de Haruki Murakami

Haruki Murakami tem um jeito todo particular de escrita. Com um estilo quase próprio, tem o dom de unir fantasia e realidade em histórias incríveis e envolventes. É impossível não se apaixonar pelos personagens de 1Q84 e não mergulhar de cabeça em sua história.

Mas se você quer começar aos poucos e não cair de cabeça direto em uma trilogia, pode começar com O Elefante Desaparece que a Companhia das Letras/Alfaguarra lança este ano. Editado pela primeira vez em 1993, o livro reúne 17 contos do autor japonês para quem deseja conhecer mais sua obra ou começar a conhecê-la em doses homeopáticas.

Assim como em seus romances mais famosos, na obra Murakami vai do fantástico ao cotidiano em segundos, nos levando por uma viagem sem volta dentro de sua imaginação.

Como num sonho, histórias não tem começo ou fim delineados. Como se ouvíssemos uma conversa de outras pessoas no ônibus a caminho do trabalho e tivéssemos que descer em nossa parada antes do fim, ou se acordássemos sem saber como o sonho acaba, alguns dos contos  nos deixam com a sensação agridoce de que “podíamos saber mais daquela história”. Outros, por sua vez, começam e terminam como dias cotidianos, sem que acontecimentos extraordinários abalem as vidas dos personagens.

Existem ainda aqueles inexplicáveis. Onde acontecimentos quase sobrenaturais levam seus personagens quase à loucura. Um gato que poderia (ou não) estar na casa do vizinho. Uma vizinha (ou não) que poderia ser sedutora demais. Um elefante que desaparece no ar.

Explicações não são necessárias. As histórias de Murakami tem seu universo próprio e, por vezes soando bastante autobiográficas, conseguem nos envolver a ponto de nos levar para aquele universo.

Depois de ler O Elefante Desaparece, e carregá-lo na memória por dias, é impossível não querer continuar no mundo que ele desenha. É como se ele fosse “a porta de entrada para coisas mais pesadas”. E, aí então, é sinal de que você está pronto para mergulhar no mundo de 1Q84 e se apaixonar também por seus personagens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s