Os desafios da masculinidade (frágil): aparentemente, cuidar dos filhos, reciclar o lixo e ser vegetariano fazem de você menos homem (?!)

Parece que ser homem heterossexual hoje em dia é bastante difícil mesmo. Britto Junior está certo ao temer pelo fim dos homens heteros no mundo né?

Recentes pesquisas têm afirmado que os homens heterossexuais atuais estão cada vez com mais medo de ter esta (chamada) masculinidade afetada ou colocada em dúvida. O tiozão do pavê que colocaram na presidência do Brasil está mesmo certo ao tirar sarro do colega de gravata rosa, afinal isso faz de qualquer homem bem menos homem né?

Olha só:

Segundo um estudo realizado no Reino Unido, homens têm vergonha de pedir pratos vegetarianos em público. Isso porque, na visão deles, pedir uma salada não é tão masculino quanto um enorme pedaço de carne.

Surprised but not shocked

O resultado veio do projeto Man Food Project, criado por pesquisadores britânicos para explorar as pressões da sociedade e cultura em relação às escolhas alimentares.

No projeto, que durou um ano, os 22 homens entrevistados foram divididos em três categorias: homens que eram vegetarianos por razões ambientais, homens que buscavam ganhar massa muscular sem comer carne e homens que dependiam de doações de bancos de alimentos.

“Eles transmitiram experiências diferentes que indicavam vergonha, ou de vez em quando medo de conflito, quando saíam para comer em público ou na casa de alguém”, disse a pesquisadora Dra. Emma Roe, professora da Universidade de Southampton, ao Munchies.

A maioria dos entrevistados também teve algum nível de “isolamento social” entre os amigos depois de admitir que reduziu ou cortou o consumo de carne.

“Comer animais tem sido uma característica fundamental da história da civilização humana”, explicou Roe, acrescentando que a alimentação carnívora é mais associada aos homens do que as mulheres. “É uma demonstração de distinção entre sociedade e natureza. Assim, a associação de comer carne é mais forte para os homens do que para as mulheres.”

LEIA MAIS – homens que não gostam de futebol: onde vivem? O que fazem? Como sobrevivem sem deixar de ser homens?

Mas a gente ainda consegue apontar outras ameaças à masculinidade frágil atual.

Um outro estudo americano feito pelo jornal Sex Roles revelou que os homens não reciclam o lixo, também por terem medo de ter sua masculinidade colocada em xeque. Sim, aparentemente se preocupar com o planeta também é coisa de viado.

Uma pesquisa prévia de 2016 mostrou que consciência ambiental afetava diretamente as ideias de masculinidade e feminilidade, com o comportamento eco-friendy sendo associado ao sexo feminino. No novo estudo, 960 participantes tiveram que dizer se uma série de personagens fictícios eram masculinos ou femininos, baseados em diversas características modernas, como pagar contas online, desligar o ar condicionado, reciclar o lixo ou usar sacolas retornáveis. Depois, deveriam dizer a orientação sexual do personagem baseados em uma escala de 0-10 de heterossexual a homossexual.

Quando descobriam que o personagem era homem e exibia características eco-friendly, os participantes disseram que “não estavam certos de sua heterossexualidade”. nas características relacionadas a reciclagem ou uso de sacolas retornáveis, todos os homens afirmaram que eram características femininas e, portanto, não associadas a masculinidade.

ATUALIZAÇÃO ESPECIAL DE DIA DOS PAIS

Pesquisa internacional sobre a igualdade de gênero revela que um quarto dos brasileiros (26%) acredita que “um homem que fica em casa para cuidar dos filhos é ‘menos homem’”, uma opinião não diferente entre homens e mulheres, mas que tem maiores percentuais entre pessoas que exercem cargos de decisão, liderança ou executivos seniors (35%) e chefes de família (30%). 

Tratam-se de estudos científicos. Mas eu, pessoalmente, já ouvi homens (so called) heteros afirmando que (nem vou falar da camisa rosa) usar cachecol, guarda-chuvas, sabonete e, pasme, papel higiênico, são coisas de viado.

O mundo pode acabar, mas pelo menos eles continuarão “heteros”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s