Presidente veta verba para cinema LGBT dizendo que eles não têm bilheteria ou público. A gente ajuda a provar o contrário.

O presidente do Brasil (que a gente não ousa dizer o nome para não aparecer igual o Beetlejuice) afirmou nesta quinta-feira (15), durante sua live semanal, que a Ancine não irá liberar verbas para alguns filmes que tentaram captar recursos públicos. Ele citou filmes com temáticas de LGBT e racismo para dizer que as obras “não têm cabimento” e não devem receber recursos da Agência Nacional do Cinema.

Bolsonaro disse também que, se pudesse, “degolaria as cabeças” da diretoria da Ancine. 

Em uma forma de censura e usando dados que ele acabou de inventar, o presidente (como de costume) vomita asneiras sem nenhum conhecimento, dizendo que, do governo, obras de temática LGBT não terão mais incentivos porque “não têm público”.

Então a gente aqui no Pausa resolveu dar uma ajudinha para o senhor presidente, listando os 10 filmes de temática LGBT com as maiores bilheterias do cinema e seus prêmios, para analisarmos se estes filmes realmente “não têm cabimento” e nem têm público.

Alguns dos filmes brasileiros campeões de bilheteria também trazem a temática LGBT, como: Minha Mãe é uma Peça, Carandiru e Cazuza.

Leia mais: 25 filmes LGBT que todo hétero deveria assistir

Vamos lá:

Bohemian Rhapsody

O longa que conta a história do Queen rendeu mais de U$900 milhões de dólares de bilheteria no mundo todo, foi a sexta maior bilheteria de 2018 e concorreu a 5 Oscars, vencendo 4.

Também se tornou o filme com temática LGBT de maior bilheteria da história.

Leia nossa resenha de Bohemian Rhapsody

A Gaiola das Loucas

O filme rendeu mais de U$185 milhões de bilheteria mundial em 1996. Era o campeão de bilheteria nos EUA dentre os filmes de temática LGBT até o recorde ser quebrado por Bohemian Rhapsody. Uma indicação ao Oscar.

Entrevista com o Vampiro

Mais de U$220 milhões de bilheteria mundial em 1994. Foi a nona maior bilheteria do ano. Duas indicações ao Oscar.

Rocketman

Taron Egerton in Rocketman from Paramount Pictures.

Um dos prováveis indicados ao Oscar 2020, a cinebiografia de Elton John já arrecadou mais de U$180 milhões no mundo todo.

O Jogo da Imitação

Mais de U$230 milhões em bilheteria mundial e oito indicações ao Oscar (uma vitória). O filme “sem cabimento” conta a história do inventor do computador, condenado por ser gay, diga-se de passagem. Se esta pessoa não existisse, o presidente nem teria o twitter e o facebook para desfilar seu carretel de asneiras diárias.

O Segredo de Brokeback Mountain

Mais de U$170 milhões de bilheteria e, além de ter se tornado um fenômeno cultural, teve oito indicações ao Oscar e três vitórias.

O Talentoso Ripley

Mais de U$120 milhões de bilheteria mundial e cinco indicações ao Oscar.

Filadélfia

Mais de U$200 milhões na bilheteria mundial, cinco indicações ao Oscar e duas vitórias.

É, realmente tratam-se de filmes que NINGUÉM VÊ e que NÃO TÊM CABIMENTO DE EXISTIR, senhor presidente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s