‘Them’: a série da Amazon que é desconfortável, agoniante e desesperadora. Mas necessária

*O Pausa Dramática é um site independente sem vínculos ou patrocínios. Nos ajude a permanecer no ar: compartilhe este post em suas redes e siga nossos perfis no InstagramFacebook e Twitter.

Já vi algumas pessoas na internet reclamando que “agora só se faz filme e série de negros”. Bom, ainda bem!

Vivemos em um mundo diverso e finamente os grupos exilados pelo cinema e pela TV estão ganhando sua voz. E, minha gente, como estão!

Para falar de produções estreladas por atores negros, temos muito o que comentar e comemorar. E Them (Eles/Outros), da Amazon Prime, talvez seja uma das melhores até agora.

A história se passa nos anos 50 nos Estados Unidos, quando uma família negra se muda para um bairro branco de Los Angeles. O racismo impera na região e não vai tornar a vida da família Emory mais fácil.

Mas, Them poderia ser só mais uma produção sobre racismo. E ainda assim seria excelente. Só que vai além: mistura também o sobrenatural.

A família acaba assombrada por espíritos malignos que se valem do medo e da culpa de cada um deles para atormentar ainda mais suas vidas.

LEIA MAIS: as estreias de julho nos streamings

Quando ainda moravam em uma fazenda na Carolina do Norte, os Emory experimentaram uma tragédia: um grupo de pessoas brancas invadiu sua casa causando um trauma terrível. Agora pai e mãe vivem sob a sombra do acontecimento e decidem mudar de vida com as duas filhas para superar. Mas mal sabiam que estavam entrando em um ambiente ainda pior.

Aos poucos, ao longo dos 10 episódios, vamos acompanhando a história daquela família naquele ambiente cada vez mais hostil: vizinhos, chefes e até mesmo a própria casa parecem estar contra eles. Destaque para o episódio 9 (e sua fotografia de contraste exagerado), que sozinho é melhor do que muitos filmes de terror produzidos nos últimos tempos.

O mais assustador de Them (Eles/Outros) não são seus fantasmas, não são os truques da mente que a culpa e o trauma pregam, mas o mundo real. A vizinhança que quer manter o “bairro branco” assusta por ser absolutamente real e possível.

Um vizinho que coloca uma carta anônima homofóbica por baixo de uma porta, uma travesti queimada viva, um professor negro acusado de assalto apenas por estar no lugar errado na hora errada. Acontecimentos recentes que parecem vir da mesma época do seriado, quase 100 anos atrás. Isso faz de Them (Eles/Outros) uma série assustadora. Da mesma forma que filmes como Uma Noite de Crime ou Os Estranhos, o que mais assusta é o perigo real que pode bater à nossa porta.

O preconceito é um mal mais difícil de exterminar que um espírito maligno. E é isso o que faz de Them (Eles/Outros) uma das melhores produções do ano: os fantasmas ali são meras alegorias de sua loucura, culpa e traumas. O perigo de verdade mora na casa ao lado.

* Encontrei na internet sites que se referem à série em português como Outros e outros sites que a chamam de Eles. Então não sei qual o nome nacional da produção e por isso coloquei os dois entre parênteses.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: