Fomos conhecer o resort Costão do Santinho

A convite da equipe do resort, passamos o dia conhecendo as instalações do único resort all inclusive do sul do Brasil

Dia desses, estava eu e o marido aqui na praia de Canasvieiras em Florianópolis e fomos abordados por um promotor do Costão do Santinho. Para nós, até então, um resort de uma praia daqui.

Ele nos convidou para participar do programa Vacation Club, uma espécie de programa de pontos do resort que você adquire e pode usar por alguns anos ali e em outras centenas de hotéis de alto padrão no mundo todo.

O convite era para que passássemos o dia lá e nossa única obrigação era participar de uma apresentação que iria nos oferecer o pacote. Aceitar o convite para conhecer não significava aceitar o programa. A gente decidiria lá se aceitaria ou não.

Então fomos belos e formosos na última segunda-feira conhecer o resort. E ficamos extremamente surpresos! O lugar é imenso, tem diversas piscinas, chalés e acesso direto à praia e ao Morro das Aranhas, onde estão algumas pinturas rupestres com mais de 7 mil anos. A vista do alto do morro é incrível, aliás.

Atenção

Muitas pessoas acham que a praia do Santinho é exclusiva do resort. Não é. Existe um acesso comum pela rua também. A trilha do Morro também tem acesso aberto.

Outra dúvida comum: a praia se chama Santinho e fica logo depois de Ingleses em Florianópolis. Costão do Santinho é somente o nome do resort.

Mas vamos ao que interessa: e o resort?

Pra facilitar a minha vida, vou listar o que foram, para mim, cinco pontos positivos e três pontos negativos do hotel.

Gente, não vou falar de valores aqui, ok? Primeiro porque eles são muito variáveis e depois que cada um sabe seu poder aquisitivo.

LEIA MAIS

Conheça 5 dos mais incríveis museus do mundo sem sair de casa

Como planejar uma viagem internacional após a pandemia?

Delícias da Ilha da Madeira para preparar em casa

Parece mentira: cidade peruana tem bandeira quase igual ao símbolo do movimento LGBTI

FAÇA PARTE DO GRUPO DO WHATS DO PAUSA DRAMÁTICA E RECEBA DICAS E CONTEÚDO DIRETO NO SEU CELULAR

Cinco pontos positivos do Costão do Santinho

Variedade de piscinas

O lugar conta com diversas piscinas, de águas aquecidas ou não, cobertas e descobertas, com bar molhado e com borda infinita. A água é uma delícia (só não gostei muito da de água quente, me senti mergulhando numa sopa).

As piscinas não estavam muito cheias e tinha gente de todas as idades. Em uma delas havia atividades de ginástica e outras brincadeiras para quem quisesse.

Os restaurantes e bares

Dentro da nossa visita tivemos acesso a um restaurante específico, segundo a promotora, de comida açoriana (frutos do mar, para minha felicidade).

Embora tivesse pouca opção de folhas (eu queria algo mais light aquele dia) tudo o que comi estava delicioso. Além deste restaurante o espaço possui ainda um café que fica aberto com acesso livre dos hóspedes o tempo todo, e outros 4 restaurantes, cada um com uma temática: pizzaria, japonês, contemporâneo e a tratoria.

As duas regiões das piscinas têm bar (na área internacional, de acesso livre, dentro da piscina) e no nosso passeio só não estava inclusa a bebida alcoólica.

A liberdade

Pelo que percebemos, os pacotes de diárias incluem qualquer atividade recreativa (como arco e flecha, arvorismo, sandboard nas dunas da praia e as ginásticas na piscina). Também há uma total liberdade para acessar qualquer piscina e área do hotel, incluindo a praia com cadeiras e guarda-sóis exclusivos para os hóspedes e a trilha do Morro das Aranhas.

No café também pudemos ir diversas vezes (meu vício em pão de queijo falava mais alto que eu) e nas piscinas também, bem como pedir bebidas não-alcoólicas nos bares das piscinas.

A praia do Santinho e as cadeiras e guarda-sóis do resort atrás de nós

Atendimento

Desde o rapaz que nos abordou na praia até os funcionários dentro do resort, o atendimento é excelente.

Natureza

Por mais que se trate de um resort, as áreas de mata são enormes. Uma delícia passear, sentir os cheiros das árvores e até mesmo subir o morro.

Três pontos negativos do Costão do Santinho

As cadeiras e fotos nas piscinas

Uma coisa que me incomodou muito foi a forma como as cadeiras e espreguiçadeiras das piscinas são utilizadas.

O dia todo vimos muitas cadeiras com bolsas e toalhas e em momento algum conseguimos uma livre. Ao ver uma família levantando perguntei se estavam saindo e ganhei um grosso e sonoro NÃO como resposta. Minutos depois a família saiu da área da piscina (acredito que para almoçar) mas deixou as coisas ali “reservando” as cadeiras.

*O Pausa Dramática é um site independente sem vínculos ou patrocínios. Nos ajude a permanecer no ar: compartilhe este post em suas redes e siga nossos perfis no InstagramFacebook e Twitter.

Elas deveriam ser de uso exclusivo de quem está ali. Se você vai sair da área da piscina deveria, obrigatoriamente, liberar uma cadeira. Deveria haver um controle. Talvez um “cartão cadeira” como tem o da toalha, que te desse direito ao uso e você devolvesse ao sair dali.

Fiquei imaginando eu pagar as diárias e nunca conseguir cadeira porque todas estão com bolsas e toalhas. Eu não ficaria nada feliz.

A tão anunciada “borda infinita” também tem acesso complicado. Mais funda, eu que não sei nadar, não consegui chegar ao final. E, a não ser que você atravesse a piscina com seu celular na mão (o que eu não fiz), não vai rolar foto.

Quem sabe o resort poderia ter uma pessoa na piscina com um celular ou câmera impermeável só para isso? O funcionário tirava a foto e mandava pelo whats para o hóspede. E, de quebra, já salvava o contato para futuras divulgações…

Para conseguir esta foto na frente da borda infinita tive que subir na sacada da ala internacional e dar um zoom máximo

Os banheiros negligenciados

Parece que não há muito cuidado com a manutenção dos banheiros. Vimos banheiros que passaram o dia todo sem papel toalha, um deles eu avisei uma funcionária que estava alagado e em nenhuma das vezes que entramos havia alguém fazendo a limpeza e/ou manutenção dos banheiros.

A falta de opções externas

Se você não quiser ficar no resort ou naquela praia, não tem muito mais o que fazer. A praia em si é distante e mesmo próximo ao resort do lado de fora não tem muita coisa. Também não existem opções noturnas no resort. Se você é mais xóvem e quer algo mais baladinha, não vai rolar.

Conclusão

O resort é incrível, lindo, delicioso, com piscinas e comida maravilhosas, mas alguns ajustes são necessários.

Agradecimentos especiais ao Carlos, que nos ofereceu o convite na praia, a Lidiana, que foi nossa consultora de turismo e ao Jean, que apresentou a proposta.

* Este post não recebeu nenhum tipo de incentivo financeiro e a presença no evento não estava atrelada à sua publicação. Ele é total e absolutamente espontâneo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: