Revisitando o cinema dos anos 90: Pânico

Em 1984 Wes Craven entraria para a história do cinema ao criar Freddy Krueger e inventar um gênero.

Doze anos depois ele voltaria a se reinventar e criaria outro ícone do cinema. Não parece mas já faz vinte anos que vimos Sidney correr escada acima pela primeira vez, fugindo de um assassino mascarado em Pânico. O filme, que ao mesmo tempo que tirava sarro de seu próprio gênero, brincava com referências a filmes anteriores de terror como Halloween, Sexta-Feira 13 ou o próprio A Hora do Pesadelo de Craven. Ghostface e Sidney estavam irremediavelmente imortalizados na história do cinema e renderiam ainda mais três sequências que nunca deixaram de ser excelentes.

Ghostface-ghostface-21192414-500-246.gif

Se Pânico não é exatamente o retrato de uma geração, foi o início da retomada do gênero slash-movie nos cinemas. Depois dele, obras melhores ou piores como Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado, Prova Final, Premonição ou mesmo novas encarnações de Freddy Krueger e Jason invadiram o cinema.

Até hoje Pânico permanece no topo das bilheterias dos slash-movies, tendo custado cerca de $15 milhões de dólares e arrecadado mais de $170 milhões na bilheteria mundial. Curiosamente os segundos e terceiros lugares do ranking pertencem a Pânico 2 e Pânico 3. É o 13º filme na lista das maiores bilheterias de 1996.

Em 1996, Neve Campbell era uma estrela em ascensão, vinda do seriado Party of Five (O Quinteto, no Brasil) e a partir de então veria seu nome irremediavelmente ligado ao de Sidney Prescott. Pânico começa com uma cena hoje antológica no cinema: uma moça sozinha em casa estoura pipoca e se prepara para ver um filme de terror. O telefone toda e um estranho propõe um incomum jogo de perguntas sobre… filmes de terror. Esta moça era Drew Barrimore. Sem papeis de destaque no cinema, Drew estrela a primeiríssima cena de Pânico e acabou com isso vendo sua carreira decolar de vez.

Outro nome em destaque no elenco era Courteney Cox. no auge da fama com o seriado Friends, Cox foi uma das únicas do elenco do televisivo a conseguir um papel de destaque no cinema totalmente desvinculado do programa. E isso até hoje. Sua personagem permanece em todos os filmes da saga e acabou sendo tão marcante em sua carreira quanto a chefe de cozinha Monica, do humorístico.

Pânico marcou época não por ser original ou ser uma obra que nunca antes fora feita. Mas justamente pelas auto-referências dentro de si mesmo. Ao criar a mistura perfeita de terroro com humor, com a grande revelação no final, Wes Craven nos deu de presente um personagem até hoje icônico: um vilão que pode ser absolutamente qualquer um, uma máscara tão reconhecível quanto as de Jason ou Darth Vader e um filme que pavimentou todo um gênero e levou o terror e o gore para uma nova geração.

neve campbell

Neve Campbell: depois de Pânico e suas sequências, Campbell não teve nenhum papel de destaque no cinema ou na TV. Atualmente está no elenco de House of Cards.

courteney cox

Courteney Cox: Cox permaneceu nas sequências do filme e no seriado Friends até 2004. Seu trabalho mais recente foi o filme Mothers and Daughters, deste ano.

drew barrimore

Drew Barrimore estrelou inúmeros filmes de sucesso depois de Pânico, principalmente comédias como Afinado no Amor e Nunca Fui Beijada e filmes de aventura como As Panteras. Também fez parte do elenco de dubladores da animação Family Guy. Seu trabalho mais recente foi o filme Já Estou com Saudades, de 2015.

David Arquette

David Arquette também permaneceu nas sequências de Pânico, inclusive se casando com Courteney Cox e depois se divorciando. Também não conseguiu outros papeis de destaque depois do filme e hoje é dublador da animação Jake e Os Piratas da Terra do Nunca.

rose macgowan

Rose McGowan fez parte do elenco do seriado Jovens Bruxas e  dos filmes À Prova de Morte e Planeta Terror. Seu filme mais recente foi The Tell-Tale Heart, de 2016.

Skeet Ulrich

Skeet Ulrich participou do filme Melhor é Impossível e das séries Jericho, CSI: NY, Law & Order: SVU, Law & Order: Los Angeles e foi dublador em Frango Robô. Seu trabalho mais recente foi na série Unforgettable.

Jamie Kennedy

Jamie Kennedy permaneceu até a terceira parte de Pânico e depois também não teve nenhum papel de maior destaque. Esteve no elenco de Ghost Whisperer e seu trabalho mais recente é na série Heartbeat.

Matthew Lillard

Matthew Lillard fez sucesso como o Salsicha nos filmes do Scooby-Doo e permanece como dublador do personagem em animações  games. Estará no remake/continuação de Twin Peaks que deve estrear em 2017.

Liev Schreiber

Liev Schreiber é hoje conhecido do grande público, já tendo participado de filmes como Wolverine, Aconteceu em Woodstock, Salt e Spotlight. Seu trabalho mais recente é na série Ray Donovan, pelo qual já ganhou diversos prêmios.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Revisitando o cinema dos anos 90: Pânico

  1. Pingback: Meghan Trainor cana ‘I Want it That Way’ ao lado dos Backstreet Boys | pausa dramática

  2. Pingback: Revisitando o cinema dos anos 90: Priscilla – A Rainha do Deserto | pausa dramática

  3. Pingback: 20 curiosidades para celebrar 20 anos de Pânico | pausa dramática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s