#novamusica – Abronca

Com mensagem clara de empoderamento, o grupo Abronca mostra toda a sua atitude no clipe “Chegando de Assalto”. Gravado no Vidigal, berço e residência de Jay, Slick e May, o vídeo chega após o sucesso da faixa homônima divulgada no começo do ano e antecipa o tão esperado disco de estreia, que será lançado pelo selo Heavy Baile Sounds, ainda em 2017.

“O papel da mulher no rap é mostrar que temos muita força e coragem pra conseguir o que queremos. Estamos conquistando nosso espaço sem depender de homem nenhum, e isso é incrível”, reflete Jay. “Nem todos os homens são machistas, mas alguns sim, que acham que as minas não têm o mesmo poder que eles no rap. Eles acham que sempre vão estar à nossa frente, só que não! Está vindo um movimento pesado feminino calando a boca de muitos que ainda pensam dessa maneira”, comenta Slick.

A canção surpreende pela sonoridade, que mescla o rap ao funk carioca e ao trap. Versatilidade é apenas uma das facetas do trio, que conquistou palcos de todo o mundo em 2014 e foi considerado um dos grandes lançamentos mundiais daquele ano, quando assinavam como Pearls Negras. Elas cresceram, amadureceram e querem ganhar mais espaço mostrando toda sua personalidade: a faixa é forte, intensa e sem papas na língua.

Desfilando rimas, o grupo manda a real: “Pode jogar tudo no meu peito / Tudo que eu canto sou eu que escrevo / Dominando com pé direito / Atravesso com flow certeiro e ligeiro, tá feito / Desde os 12 cantando rap / Hoje virei terrorista do trap / Passa lek, snapback, lap, grife, argola e cap / Não vem atrasar o meu bonde”, desafiam.

A direção de Uriel Calomeni ajudou a concretizar a visão que as meninas já tinham para o clipe. O objetivo era mostrar força, união e a importância das raízes. Nada melhor do que fazer essa festa entre amigos, que marcam presença no vídeo, lançado pelo canal do YouTube especializado em rap A Firma. Motivos para comemorar não faltam.  “Conseguimos montar um clipe com a nossa cara e as nossas ideias, e pela primeira vez em muito tempo, sentimos que a nossa carreira está sendo guiada por nós mesmas”, explica Jay.

Com o Abronca, Jay, Slick e May mostram que as vozes femininas chegaram de assalto no mundo do rap, disputando o território em busca de igualdade, com muito poder e competência. “Acredito que esse clipe vai atingir muitas pessoas de uma maneira positiva, e dar força a todas as meninas que também querem se expressar nas suas letras e serem porta voz de suas lutas, vivências, conhecimentos… Isso não tem preço!”, conclui May.

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s