Evento multicultural Bazar da Aldeia vai para a internet e ganha site permanente

Conhecido evento que incentiva a economia criativa conta com comércio eletrônico que disponibiliza trabalhos autorais de artistas, designers, estilistas e agroecologistas

O Bazar da Aldeia surgiu como um evento multicultural realizado em Curitiba, reunindo dezenas de expositores entre artistas, designers, estilistas, chefs e agroecologistas, que apresentam suas produções. Neste ano de 2020, a quarentena apareceu como um obstáculo para sua realização, porém estimulou a criação de um desdobramento: o site de e-commerce Bazar da Aldeia.

Idealizado pela criadora do evento, Ivana Cassuli, e pelo empresário Gerson Perelló, o site Bazar da Aldeia está no ar desde 19 de outubro no endereço www.bazardaaldeia.com.br. Esta loja virtual desponta como uma forma de solucionar a disponibilidade do projeto, que se reinventa para se adequar à nova realidade.

A iniciativa continua mantendo os conceitos originais desde 2010: impulsionar a economia autoral de Curitiba, promover a arte e o design criativo, apoiar e ampliar o movimento agroecológico, divulgar movimentos artísticos e celebrar a cultura local.

O site conta com a participação de mais de 50 artistas, que podem mostrar e disponibilizar ao público o melhor da produção criativa de Curitiba, porém de forma online e permanente, sem que seja necessário aguardar pelas datas do evento (que teve 14 edições, sendo que nas duas últimas ganhou o nome Festival da Aldeia, em razão de seu crescimento natural).

Os produtos estão divididos nas categorias: Arte (obras de arte e itens de acervo pessoal, entre pinturas, gravuras, desenhos, aquarelas, livros, cartazes), Casa (peças de decoração e utilitários em diversos materiais) e Corpo (vestuário masculino e feminino, acessórios, joias assinadas, produtos para cuidados pessoais e produtos orgânicos).

Mais do que uma forma de valorizar e impulsionar a economia criativa de Curitiba, o Bazar da Aldeia tem em seu conceito a consciência do consumo responsável. “A responsabilidade inicia-se com escolhas, fortalecer o comércio local, valorizar os produtos feitos na comunidade, reforçar a importância da origem do que adquirimos, são questões fundamentais que queremos comunicar aos nossos clientes”, explica Ivana Cassuli.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: