Resenha do site: Convenção das Bruxas

Pra muitas pessoas, Convenção das Bruxas, de 1990, é um clássico moderno que marcou uma geração e ainda vive na memória afetiva de muitos.

Por isso que, uma nova versão do livro, causa certa polêmica. Principalmente com o filme anterior tão próximo. E neste sentido o mais importante é: não se trata de um remake do filme de 1990, mas de uma nova versão do livro de Roald Dahl. A ideia não é copiar o filme, mas reapresentar o livro para uma nova geração.

E neste sentido, a adaptação que chega para nós este ano traz muitas mudanças com relação ao filme de 1990 e chega até a ser menos assustadora.

Ainda estamos falando de um filme infantil, então a história bastante ingênua traz suas lições que as crianças vão facilmente compreender, mas o maior trunfo do filme, além de sua atualização, é não emburrecer os pais. O longa consegue divertir adultos e crianças sem ofender a inteligência de ninguém.

Desta vez, o jovem protagonista é um menino negro que, em 1968 vai com a avó para um refinado hotel para fugir das bruxas em sua pequena cidade. Entre as principais mudanças com relação ao filme anterior, a escolha de um protagonista negro é a maior delas.

Mas o longa tem trunfos ainda maiores. Entre seus produtores estão Guillermo del Toro e Alfonso Cuarón, dois mestres do cinema de fantasia. Na direção, Robert Zemeckis, que dirigiu clássicos como De Volta Para o Futuro e Forrest Gump. Suas protagonistas são Anne Hathaway e Octavia Spencer. Todos estes com Oscars na estante. E entre os coadjuvantes, Stanley Tucci, que já foi indicado ao Oscar também. Tucci e Hathaway, aliás, repetem a parceria de 14 anos atrás de O Diabo Veste Prada.

A alegria estampada na cara de Anne Hathaway conquista imediatamente e a deixa inclusive menos assustadora que a bruxa de Anjelica Houston. Fica claro pra nós que a atriz está se divertindo como poucos ao fazer o filme. Suas caras, seu sotaque, tudo faz com que achemos a coisa toda muito mais divertida.

Feito para a família toda, o novo Convenção das Bruxas não pretende superar o filme anterior nem apagá-lo das memórias. Mas vai, com toda certeza, marcar crianças de hoje como o anterior marcou as crianças dos anos 90.

O longa estreia nos cinemas brasileiros dia 19 de novembro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: