Resenha do site – Oscar edition: A Vida Secreta de Walter Mitty

walterQuando você lê o nome de Ben Stiller já não espera coisa muito boa: a proporção de filmes ruins em seu currículo é infinitamente maior que a de filmes bons. A cara conhecida por bobagens (ruins) como Uma Noite no Museu ou Entrando Numa Fria e outras bobagens (boas) como Trovão Tropical ou Zoolander é característica: caretas, humor pastelão e inteligência zero. Mas de vez em quando essas caras de besteirol se aventuram em filmes sérios. Foi assim com Adam Sandler (que estrelou Embriagado de Amor, de Paul Thomas Anderson), Steve Carrel (em Amor A Toda Prova) e Jim Carrey (com Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças e O Show de Truman). Agora é a vez de Stiller fazer um filme de verdade.

Mas Ben Stiller foi além. Sua estréia nos filmes que não são apenas uma bobagem se deu por suas próprias mãos. Sim, ele também dirige. Trovão Tropical e Zoolander já tinham sua mão no comando, mas ainda eram comédias rasgadas (ainda que com uma pontinha de crítica ao mundinho hollywoodiano). Aqui a coisa é séria. Bom, mais ou menos.

A Vida Secreta de Walter Mitty é, no fim das contas, uma comédia dramática com traços de romance e fantasia. Com roteiro de Steve Conrad (de Em Busca da Felicidade e O Sol de Cada Manhã) e baseado em um curta metragem, o filme conta a história do personagem título. Mitty (na pele de Stiller, sem caretas ou afetações, numa interpretação leve e verdadeira) é funcionário da Revista Life há 16 anos. Enfiado no setor de revelações fotográficas e armazenamento de negativos, ele vê a vida dos outros passar diante de seus olhos enquanto a sua segue sem emoção alguma. Inseguro a ponto de entrar em conflito consigo mesmo sobre mandar uma piscadinha para uma mulher num site de encontros virtuais ele sequer fez algo de interessante na vida para mencionar em seu perfil. Volta e meia Mitty tem “apagões” onde sua mente vagueia imaginando feitos extraordinários. E irreais. Mitty sonha em salvar cachorrinhos e resgatar donzelas no meio do dia, no corredor, à espera do metrô. Onde estiver ele se desliga de sua vida exorbitantemente monótona e vai pro seu mundo irreal. Até que uma notícia bem real despenca em sua vida: a Life vai fechar, deixar de circular e se transformar em uma revista online. Obviamente que o setor de revelação de negativos e muitos outros não terão muita função nesta nova fase.

Mas Mitty tem sua importância na equipe. Um dos fotógrafos mais famosos do mundo só trabalha com filmes analógicos e tem no funcionário entediado seu maior aliado. É em Mitty que Sean O’Connell (Sean Penn) confia para revelar suas fotos e é para Mitty que ele envia o que deverá ser a foto de capa da última edição da Life, segundo ele a melhor foto de sua vida. Porém o rolo parece ter chegado sem o negativo da dita foto e Mittty terá que dar conta dele para tentar salvar seu emprego, já que o resto da equipe pouco a pouco está sendo demitida. Influenciado por sua paixão platônica, Cheryl (Kristen Wiig), ele se convence a ir atrás do fotógrafo na Groenlândia. E é aí que a vida real de Mitty irá começar. Depois dos quarenta anos.

Parece confuso? Sim. Pra quem lê, inclusive, o filme deve ter dado a impressão de ser muito chato. Mas A Vida Secreta de Walter Mitty é daquele tipo de coisa que contando parece ruim, mas vendo é bem diferente. Mitty vai viver coisas que nem nos seus devaneios mais loucos imaginou antes. E mudará sua vida completamente.

Mais sobre o final do filme não dá pra dizer, pra não estragar uma das mais lindas cenas que já vi no cinema. É singelo, é simples e é de uma beleza e sensibilidade indescritíveis. No fim das contas a gente sai do cinema com (além de lágrimas nos olhos) aquela sensação de que podemos estar desperdiçando nossa vida numa rotina estapafúrdia por nossa própria escolha. Às vezes tudo o que precisamos é de um empurrãozinho. Venha ele voluntaria ou involuntariamente. O imprevisível pode nem sempre ser ruim e “sair da casinha” de repente pode valer à pena. Só tem uma maneira de descobrir. E Mitty descobre, nos encantando no caminho.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s