Tiro, porrada e bomba… e muitas referências cinematográficas no novo clipe de Taylor Swift

O vídeo estreou domingo passado no Billboard Music Awards. Com cara de filme estrelado pela cantora e com participações de Lily Aldridge, Zendaya, Hayley Williams, Gigi Hadid, Ellie Goulding, Hailee Steinfeld, Lena Dunham, Kendrick Lamar, Karlie Kloss, Serayah, Jessica Alba, Martha Hunt, Ellen Pompeo, Mariska Hargitay, Cara Delevingne, Cindy Crawford e Selena Gomez, foi exibido logo na abertura da premiação e já está disponível na internet.

Na super produção, Selena Gomez, que aqui interpreta a “bad blood” do clipe, trai a parceira de crimes, Taylor Swift, que decide reunir um exército de mulheres para se vingar.

Leia sobre o clipe de Break Free, da Ariana Grande, inspirado no clássico B Barbarella

Na voz de Kendrick Lamar e de Swift, vemos lutas, explosões, cenas de ação… enfim, tiro, porrada e bomba dignos de cinema, já que a “trama” do clipe e suas muitas cenas homenageiam filmes como Matrix, Tron – O Legado, Kill Bill, O Quinto Elemento, Prometheus, Pulp Fiction – Tempo de Violência, Blade Runner, o Caçador de Andróides, RoboCop, Barbarella,Divergente, Jogos Vorazes, Kingsman – Serviço Secreto e até Sucker Punch – Mundo Surreal, terminando com uma versão feminina de Cool Guys Don’t Look at Explosions (vídeo que satiriza o fato de que em filmes caras legais não olham para explosões).

“Bad Blood” foi dirigido por Joseph Kahn (que já dirigiu vídeos cheios de efeitos especiais como Larger Than Life dos Backstreet Boys, We Are All Made of Stars do Moby, Toxic da Briteny Spears, All The Lovers da Kylie Minogue, Poison da Nicole ScherzingerHush Hush das Pussycat Dolls, Misery do Maroon 5 e Lonely No More de Rob Thomas) e faz parte do álbum “1989”, lançado em outubro do ano passado, mas em uma versão um pouco diferente (não-remix) da apresentada no clipe. A nova versão da faixa, com a participação do rapper Kendrick Lamar, já está disponível para compra no iTunes e em outras plataformas digitais.

Antes da estreia, foram lançados alguns pôsteres promocionais que já davam o ar de produção cinematográfica do clipe:

badblood badbloodhayley badbloodzendaya badbloodtaylor

Segundo o jornal Page Six, as roupas pretas de látex e couro usadas durante o vídeo foram alugadas da Stockroom, uma sex shop em Los Angeles por 13.000 dólares, cerca de 40.000 reais. As peças fora fabricadas pela Syren, empresa americana especializada em fantasias que já produziu figurinos para filmes como “Mulher-Gato” e “Sr. & Sra. Smith”.

Aproveitando o sucesso do vídeo, os responsáveis pela loja pretendem fazer uma exposição com as peças usadas por Taylor e suas 16 amigas superstars que apareceram no vídeo.

Assista o clipe e tente encontrar todas as referências cinematográficas:

* Existem inúmeros sites com as listas das referências do clipe, como ESTE, ESTE ou ESTE, porém nenhum é oficial. Para nós aqui do Pausa Dramática, as referências mais claras são: a luta contra os Crazy 88 mascarados e a luta na neve (Kill Bill), a queda em câmera lenta pela janela (Matrix), os caracteres (Sin City), a roupa de látex branca e a lutadora de cabelo laranja (O Quinto Elemento), a luta de boxe (Divergente), as motocicletas futuristas (Tron: O Legado) e a lutadora com a lâmina no pé que corta a cabeça da outra (Kingsman).

Com informações do Adoro Cinema e Papel Pop

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: