#OscarsSoWhite – Indicada ao Oscar faz comentário infeliz e Academia toma medidas emergenciais para amenizar a polêmica

Depois de posicionamentos de diversos atores, chegou a hora dos mais polêmicos se posicionarem.

A atriz indicada ao Oscar este ano Charlotte Rampling (por seu trabalho em 45 Anos) disse em uma entrevista:charlotte rampling

Nunca se sabe, talvez nenhum dos atores negros deste ano tenha merecido uma indicação. Parece racismo contra brancos!

Apesar de parte de seu argumento poder estar correto, é desnecessário dizer o quanto sua colocação de “racismo” é absurda. Quem faz parte da maioria jamais poderá acusar a minoria de estar exagerando. É como o discurso da “ditadura gay”.

No mesmo dia, Rampling voltou a falar, dizendo ter sido mal interpretada:

Eu sinto muito que meus comentários tenham sido mal interpretados. O que eu quis dizer é que em um mundo ideal todas as performances receberiam chances iguais”

Mark Ruffallo, Viola Davis e Will Smith se posicionam sobre polêmica

George Clooney, Idris Elba e Whoopi Goldberg sobre o assunto

Outra a criar polêmica foi a atriz duas vezes indicada ao Oscar Julie Delpy. Indicada pelos roteiros de  Antes do Pôr do SolAntes da Meia Noite, a atriz e roteirista disse durante uma entrevista no Festival de Sundance:julie delpy

Não há nada pior do que ser mulher nesta indústria. Dois anos atrás eu falei sobre a Academia ser majoritariamente masculina e branca e fui destruída pela mídia. É engraçado, é como se as mulheres não pudessem falar. Às vezes queria ser negra, porque você pode gritar por seus direitos e todos te apoiam.

Michael Caine, vencedor do Oscar duas vezes por suas atuações em Regras da Vida Hanna e Suas Irmãs, também se pronunciou:michael caine

Existem inúmeros atores negros. Você não pode votar em alguém só porque ele é negro. Você tem que mostrar uma boa performance, e tenho certeza que este ano vários atores fizeram um bom trabalho. Não sei se Idris Elba foi indicado, mas é o único que eu vi e achei seu trabalho excelente. Achei que ele merecia uma indicação. (…) Bem, olhe pra mim: eu ganhei o European Film Award de melhor ator por Youth e não fui indicado pra nada mais. O que eu digo para os atores que se sentiram frustrados este ano é: ‘Sejam pacientes. É claro que sua hora vai chegar. Levei anos para ganhar um Oscar.’

 

Diante de tanta polêmica envolvendo racismo e preconceito, a Academia de Cinema, Artes e Ciências americana aprovou uma série de medidas e de mudanças para o Oscar nos próximos anos. Novas regras para votos, recrutamento de membros e a adição de três novos membros ao quadro dos chamados “governadores”. Tudo para aumentar o número de mulheres e de membros mais diversificados na Academia até 2020. As mudanças foram aprovadas em uma reunião de emergência nesta quinta-feira.

Também na quinta, os membros da Academia se reuniram com diretores da ABC e representantes de Chris Rock, que confirmaram que ele vai sim apresentar a cerimônia dia 28 de fevereiro. Apesar de algumas celebridades pedirem para que ele desistisse e ele ainda não tenha se pronunciado oficialmente, informantes disseram que Rock acredita que pode fazer mais bem apresentando, já que a premiação é transmitida mundialmente.

De acordo com a presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs, “A Academia irá liderar e não esperar que a indústria se mexa. Estas novas medidas sobre novos membros e votos terão um impacto imediato e iniciarão o processo de mudanças significativas em nosso quadro de membros.”

A partir deste ano ainda, cada status de novo membro irá durar por dez anos e se renovará se o novo membro continuar ativo na indústria do cinema durante aquela década. Em adição a isso, estes membros receberão direitos vitalícios de voto caso tenham o status renovado por três  vezes ou caso sejam indicados ao Oscar.

Estes novos termos serão aplicados também retroativamente. O que significa que se um membro atual não tenha estado ativo no cinema nos últimos dez anos ele ainda pode se qualificar pelo critério de indicação em alguma categoria. Os que não se qualificarem receberão o status de membro emérito, que significa que eles terão todos os privilégios dos demais, exceto o direito de voto. Estas decisões não afetam a premiação deste ano.

Como forma de aumentar a diversidade do quadro de “governadores” imediatamente, a Academia estabelecerá três novos membros no quadro, que serão indicados pela presidente e terão duração de três anos. Atualmente o quadro consiste de 51 membros.

Enquanto isso, a Academia irá modificar o modo como atualmente membros apoiam novos membros, lançando uma campanha mundial e ambiciosa para identificar e recrutar novos membros que se qualifiquem para representar uma maior diversidade.

Anúncios

Um pensamento sobre “#OscarsSoWhite – Indicada ao Oscar faz comentário infeliz e Academia toma medidas emergenciais para amenizar a polêmica

  1. Pingback: #OscarsSoWhite – Ian McKellen se pronuncia: “Os gays são ignorados por Hollywood” | pausa dramática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s