Resenha do site: A Torre Negra

torre negra.jpgEste parece ser o ano de Stephen King no cinema e na TV. De novo.

O mestre do terror nunca foi esquecido mas 2017 parece ter se empenhado ao máximo para trazer um número bem grande de adaptações suas para as telas.

Já tivemos as estreias de O Nevoeiro (The Mist) e Mr. Mercedes (leia AQUI nossas primeiras impressões) na TV. No cinema, ainda aguardamos a esperada estreia de It e esta semana tivemos A Torre Negra. (isso sem contar inúmeros outros projetos já anunciados)

Pontapé inicial de uma série para a TV, o longa que traz Idris Elba e Matthew McConaughey nos papeis principais deixa bastante a desejar no quesito ação e emoção.

Jake (Tom Taylor) é um adolescente que tem estranhas visões com um homem estranho, crianças, um pistoleiro e um possível apocalipse. Numa dessas visões, Jake descobre um portal para outro mundo, onde irá conhecer este Pistoleiro (Elba) e o estranho Homem de Preto (McConaughey) e acabará com peça-chave na briga entre os dois para destruir e proteger a Torre Negra, uma torre que mantém a escuridão longe do mundo e que o Homem de Preto deseja derrubar.

Assim mesmo, tudo às pressas. É assim que A Torre Negra se desenrola na tela e, quando você percebe, sem emoção, sem impacto e sem força, o filme acabou. Tudo na história parece meio apressado e perdido, não há conflitos, não é verdade e o filme acaba parecendo uma tola aventura infantojuvenil.

Mas, como se trata de Stephen King, A Torre Negra é apenas a primeira parte de uma trilogia e uma espécie de teste para a série que manterá seus atores principais e deve estrear no ano que vem.

Como diz o Pistoleiro em uma das cenas, “existem muitos outros mundos além deste”, e qualquer leitor de King bem sabe disso. Por isso mesmo o filme é recheado de surpresinhas que fazem referência a outros longas baseados em livros do autor, como O Iluminado, Christine It.

A Torre Negra é uma série de sete livros que retrata a luta do Pistoleiro contra o Homem de Preto. Já se sabe que a primeira temporada da série para a TV irá focar no quarto livro, O Mago de Vidro e também irá trazer o jovem Tom Taylor no elenco.

Como filme, o longa do diretor Nikolaj Arcel deixa muito a desejar. Não funciona como aventura, não funciona como terror e não empolga. É tecnicamente eficiente mas sua pressa em encerrar a história chega a ser irritante. Vai virar um clássico da Sessão da Tarde com seu tom meio anos 90 de aventura de matinê.

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Resenha do site: A Torre Negra

  1. Pingback: Conheça 10 “easter eggs” das obras de Stephen King escondidos em ‘A Torre Negra’ – Pausa Dramática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s