#Retrospectivadadécada – os 10 últimos vencedores do Oscar de melhor filme do pior para o melhor

Com a coroação de Parasita como o melhor filme de 2019 no Oscar 2020, resolvemos fazer um ranking dos dez últimos vencedores do prêmio, do “pior” para o melhor.

10. 12 Anos de Escravidão (2014)

O filme é chato, feito pra chorar e clichê.

Quem deveria ter ganhado? Gravidade ou Ela.

9. O Discurso do Rei (2011)

Pra muita gente, o longa nem deveria ter sido premiado.

Quem deveria ter ganhado? Bom, ficamos entre A Origem, Toy Story 3 e A Rede Social.

8. Moonlight (2017)

A crítica pode amar, mas é difícil permanecer acordado durante as duas horas de marasmo de Moonlight.

Quem deveria ter ganhado? La La Land.

7. Green Book (2019)

Green Book não trouxe nada de novo no quesito “cinema”. Só mais do mesmo.

Quem deveria ter ganhado? Roma ou Infiltrado na Klan.

6. Argo (2013)

Argo é uma realização de cinema impecável. Mereceu cada Oscar que levou.

Quem deveria ter ganhado? Se não Argo, o prêmio poderia ter ido para As Aventuras de Pi.

LEIA NOSSA RESENHA

5. Spotlight (2016)

Um filme importante e bem feito, mas que no fim das contas pouca gente viu ou lembra.

Quem deveria ter ganhado? Diante dos concorrentes, Spotlight mesmo.

LEIA NOSSA RESENHA

4. O Artista (2012)

Se quase ninguém fora do circuito de crítica viu O Artista a culpa não é dele. Um filme incrível, bem realizado e feito para os amantes do cinema.

Quem deveria ter ganhado? Se não O Artista, A Invenção de Hugo Cabret bem que merecia.

LEIA NOSSA RESENHA

3. Parasita (2020)

O vencedor deste ano mereceu seu prêmio. E merece ser visto e revisto.

Quem merecia ter ganhado? Com certeza 1917 merecia o prêmio pela sua realização técnica impecável.

2. Birdman (2015)

Por falar em realização técnica, Birdman é absolutamente incrível em todos os aspectos.

Quem merecia ter ganhado? O Grande Hotel Budapeste talvez seja o melhor filme de 2014.

1. A Forma da Água (2018)

Em cada detalhe o longa de Guillermo del Toro é impecável. Um filme que entrou pra história do cinema moderno.

“Um filme para se apaixonar. Por ele, por quem está próximo de nós, pelo cinema e pelo improvável.”

Quem deveria ter ganhado? Ele mesmo.

LEIA NOSSA RESENHA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: