Desabafo: sobre expectativas, frustrações e falta de reconhecimento

Eu não sei se você sabe, caro leitor, mas dá pra dizer que uns 85% do conteúdo do Pausa Dramática é exclusivo.

Isso significa que o que você vê aqui, você não vê em nenhum outro site. Mesmo quando se trata de algo que todo mundo divulga, como uma estreia ou lançamento, por exemplo, eu não me limito a copiar e colar informações. Eu complemento, faço listas, resenhas. Como no caso do post sobre os 40 anos de Indiana Jones ou das curiosidades sobre Cruella (este, aliás, levou várias horas para ficar pronto com muita pesquisa).

Quando eu recebo um release (e eu já vou voltar neste assunto) eu pesquiso sobre o tema, vou atrás de mais informações. Nunca é apenas um ctrl+c ctrl+v.

O Pausa Dramática surgiu em 2008. Eu estudei cinema, jornalismo e jornalismo digital. Quando o site entrou no ar a maioria dos “criadores de conteúdo” populares hoje não tinha sequer saído do ensino fundamental. Mas isso não é um problema. Desde que você saiba do que fala.

O que mais vejo na internet são sites que não sabem o que falam. E estou falando dos grandes. Já corrigi informações de sites como Omelete e Adoro Cinema. Sou da opinião que se você se propõe a falar sobre algo, saiba do que está falando.

Minha posição nunca foi ser engraçadinho, fazer memes, viralizar ou fazer desafios de TikTok. Ou, pior ainda, como muitos fazem ter títulos caça-cliques. E talvez por isso eu seja absolutamente ignorado pelas mesmas marcas que divulgo.

Se 85% do conteúdo do site é exclusivo, posso dizer que 95% vem de minhas pesquisas. Eu vou atrás dos conteúdos. Recebo release de umas 4 assessorias de imprensa e, por mais que já tenha solicitado diversas vezes, marcas como McDonald’s ou Netflix Brasil (que aparecem bastante por aqui) nunca me enviaram uma linha de conteúdo sequer.

O Pausa Dramática é independente, nunca me rendeu lucro financeiro, nunca teve um patrocinador. Tudo o que você lê aqui é feito por amor à causa. Então claro que é frustrante quando você faz um post como a denúncia do Bob’s, que foi compartilhada 300 vezes no facebook, teve mais de 2500 acessos em algumas horas e a rede não se dá ao trabalho nem de entrar em contato com você.

*Correção: a assessoria do Bob’s havia me mandado um email no dia 08 (que eu não recebi) e entrou em contato novamente no dia 14 me enviando uma nota justificando a falta dos brindes (a procura foi maior que o esperado e planejado) e a variação de preço (os preços são apenas sugeridos e podem variar de acordo com cada franquia)

O mesmo acontece com marcas como Doritos (só pra citar a última que divulguei) ou Disney+ Brasil, Amazon Prime, HBO Brasil e Netflix Brasil, que eu divulgo os lançamentos absolutamente toda semana. Esta divulgação, aliás, é feita por minha conta: eu vou atrás dos lançamentos, das listas, das sinopses e das informações. Não recebo absolutamente nada de conteúdo. Estas mesmas marcas, aliás, não respondem sequer um tweet pedindo informação de futuros lançamentos. A Paramount+ ainda foi engraçadinha o suficiente pra me responder só um tweet onde eu afirmava que nunca respondia. Todas as questões que mandei antes não mereceram resposta.

Enquanto isso, o mesmo Bob’s que não me manda sequer um esclarecimento por email, envia brindes pra “influencers” que eles consideram mais relevantes. E a assessoria da loja online do Cartoon Network, ao ver um post exclusivo que produzi sozinho sobre um lançamento deles, me manda um email pedindo pra corrigir uma informação e mal se dando ao trabalho de agradecer a divulgação gratuita que fiz.

Veja bem: eu NUNCA pedi brinde, presentinho de marca. Ao contrário de diversos sites que faço divulgação e recebo a resposta de que querem o produto “para avaliar”. E praticamente NUNCA recebi nada. Mesmo com todo meu esforço e dedicação, continuo esquecido mesmo por quem eu peço pra me mandar meros releases.

Tudo isso cansa. E cansa muito. Já escrevi pelo menos umas 5 vezes um post de despedida, pronto para tirar o site do ar. E na hora H desisto. Em agosto o Pausa Dramática faz 13 anos, e talvez seja a hora de parar de insistir, de me frustrar.

Eu sei que você, caro leitor, deve estar se perguntando: porque ele não para de chororô e não desiste de uma vez então? Honestamente? Porque é algo que amo fazer e lá no fundo ainda tenho esperanças de um dia ser reconhecido. Mas cansa.

*O Pausa Dramática é um site independente, produzido por um jornalista que ama o que faz e não possui nenhum ganho financeiro com ele. Nos ajude a permanecer no ar: nos siga no Facebook, Instagram e Twitter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: