Stranger Things – primeiras impressões

A moda da vez no mundo das séries é o terror. Depois de programas como The Walking Dead, Scream Queens, a série Scream, derivada do filme Pânico (que já falamos AQUI), Outcast e de diversas outras, chega a vez o terror tomar uma outra forma para agradar fãs saudosistas: as referências aos anos 80.

Dead of Summer chegou sem muito alarde com seu aspecto propositalmente trash brincando com acampamentos de verão, assassinos misteriosos e bruxaria no cenário de Sexta-Feira 13. Agora é a vez de Stranger Things.

Do primeiro teaser às letras do nome, do cartaz aos personagens, tudo no na produção do Netflix remete à década onde o cinema fantástico de horror teve sua ascensão com nomes como Steven Spielberg e Stephen King. Estão lá referências claras a Conta Comigo, Os Goonies, A Hora do Pesadelo, It, ET, Além da Imaginação, Poltergeist, Carrie e inúmeras outras que farão a alegria dos fãs do gênero e de quem sente saudades deste período e desta filmografia. Se cinco anos atrás Super 8 trazia estas referências embaladas para presente em forma de clássico instantâneo, Stranger Things tem tempo para esmiuçá-las ainda mais ao longo de seus oito episódios.

stranger things

Tudo começa quando Will Byers desaparece ao voltar pra casa após uma partida de RPG com os amigos. Sua busca logo toma conta da cidade e neste meio tempo uma garotinha com poderes paranormais acaba surgindo para ajudar. Ok, trata-se de um resumo extremamente simplista do primeiro episódio, mas falar mais é meio que entregar todos os mistérios e segredos de um seriado que é absolutamente incrível e que sabe como poucos dialogar com os fãs de cinema e desfilar suas incontáveis referências.

Estão lá o grupo de meninos que fará tudo pela amizade; uma ameaça desconhecida com sons estranhos; as bicicletas com farol aceso por ruas desertas; os romances adolescentes; os problemas com pai; a difícil transição entre a infância e a vida adulta; os poderes paranormais inexplicáveis; o misterioso órgão do governo… tudo amarrado de forma a brilhantemente prender a atenção do espectador.

Se as músicas, as roupas e os aparelhos do passado estão lá para deixar claro que estamos nos anos 80, é muito mais a atmosfera da história e seus elementos que trabalham para deixar tudo isso bem claro.

Parece que finalmente produtores, criadores e toda a gente por trás de estúdios está vendo que não é só adolescente que consome seriado ou filme. Stranger Things mira certeiro na geração Y, aquela nascida entre final da década de 70 e início da década de 90, que não se preocupa apenas em rir e transformar tudo em meme, mas que está atenta à conteúdos de qualidade certeira.

Como trata-se de um seriado, episódio após episódio o mistério aumenta e as “coisas estranhas” do título surgem cada vez mais (e mais ameaçadoras). Como em ET ou Conta Comigo, as crianças logo passarão de meninos a prováveis heróis. Ao guardar um segredo, trabalharão com a inocência e afinco de crianças que são para encontrar o amigo desaparecido.

Sendo você fã de terror ou não, Stranger Things é um achado num mercado repleto de produtos que a cada dia parecem se repetir e primar pela mesmice. Claro, que se você é fã do gênero e conhece as referências, tudo fica ainda melhor. E sim, se você cresceu naquela época vai se sentir ainda mais nostálgico. E vai gostar ainda mais.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Stranger Things – primeiras impressões

  1. Pingback: Segunda temporada de Stranger Things pode ter semelhanças com Harry Potter | pausa dramática

  2. Pingback: 10 filmes que você precisa assistir se gostou de Stranger Things | pausa dramática

  3. Pingback: 30 curiosidades para comemorar 30 anos de ‘Conta Comigo’ | pausa dramática

  4. Pingback: Conheça segredos da segunda temporada de ‘Stranger Things’ | pausa dramática

  5. Pingback: As 5 mortes mais chocantes da TV e do cinema em 2016 | pausa dramática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s