#listadefilmes – 5 filmes recentes feitos para concorrer ao Oscar que falharam miseravelmente

Algumas vezes a gente vê um filme e diz “Esse aí tem cara de filme feito pra Oscar”, e na maioria das vezes a gente tem mesmo razão. Seja por causa do tema, do elenco, do diretor… tem filme que parece feito pra isso mesmo.

Uns conseguem. Outros, por uma razão ou outra, falham miseravelmente.

Vamos dar uma olhada em cinco longas que, independente de serem bons ou ruins, falharam na hora de garantir suas indicações ao Oscar de melhor filme (e na maioria das outras categorias também).

Ave, César!

Os irmãos Cohen já têm quase uma tradição no Oscar: somam 14 indicações de seus filmes ao todo (contando somente as que são citados) e já venceram três vezes. Era de se esperar, portanto, que Ave, César! fosse mais um triunfo na premiação. Mas nem George Clooney, nem a “homenagem” ao cinema antigo (que a Academia adora) e nem a trama política foram suficientes para levar o filme pra frente. Ave, César! conseguiu somente uma indicação na categoria de design de produção.

Leia nossa resenha

Walt Nos Bastidores de Mary Poppins

A conta parecia perfeita: Tom Hanks, Emma Thompson, Walt Disney, Mary Poppins e John Lee Daniels, um diretor que vinha do sucesso inesperado Um Sonho Possível, que deu o primeiro Oscar a Sandra Bullock e concorreu a melhor filme. Some a isso uma história ainda não contada de como Walt Disney insistiu por 20 anos até que convenceu a autora de Mary Poppins a levar seu livro para o cinema e acabou tornando o filme um clássico. Parecia tiro certo, né? Pois não deu. Apesar de ótimo, Walt Nos Bastidores de Mary Poppins conseguiu somente uma mísera indicação na categoria de trilha sonora.

Leia nossa resenha

Austrália

Baz Luhrmann vinha de um sucesso no Oscar. Seu filme anterior, Moulin Rouge, tinha conseguido oito indicações, incluindo melhor filme e atriz (Nicole Kidman) e levou duas estatuetas para casa em prêmios técnicos. Sua ideia era grande, segundo ele mesmo, iria criar o E O Vento Levou australiano, o grande épico histórico de seu país de origem. Chamou novamente Kidman (que agora já tinha um prêmio de melhor atriz) e incluiu no pacote o astro Hugh Jackman (ainda sem um Oscar no bolso), ambos australianos. E caiu do cavalo. Austrália conseguiu comente uma indicação, na categoria de melhor figurino, e foi pra casa comendo areia do outback.

Beleza Oculta

Outro daqueles casos em que o elenco está prontinho para ser indicado e que a temática do filme deixa clara a ideia de “feito pro Oscar”. Daqueles que quando a gente vê o trailer a gente já pensa: VAI ESTAR LÁ. Só que não. Não bastou unir Will Smith, Kate Winslet, Helen Mirren, Edward Norton e Keira Kneightley numa história que pretendia mexer com as emoções. Nem o diretor de O Diabo Veste Prada resolveu a pendenga. O filme, apesar de interessante, passou longe do Oscar.

O Mordomo da Casa Branca

Quando este filme estreou, sua presença no Oscar era certa. Todos os críticos americanos davam como certeza que ele estaria entre os indicados a melhor filme. Todas as listas de previsão. Mas em algum momento do caminho a canoa virou. A história do mordomo negro que trabalhou para oito presidentes americanos foi eclipsada por outro filme negro que acabou levando todos os prêmios no mesmo ano: 12 Anos de EscravidãoO Mordomo da Casa Branca ficou bem longe da premiação.

miramar-banner-gif

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s