Estudo afirma que vinho protege contra COVID. Já a cerveja tem efeito contrário

Estudo é resultado de dados analisados por cientistas do Hospital Shenzhen Kangning, da China

Um estudo feito por pesquisadores do Hospital Shenzhen Kangning, na China, mostra evidências de que o consumo regular de vinho tinto pode proteger o organismo contra a infecção do novo coronavírus. Pessoas que bebem cerveja e cidra, por outro lado, têm aproximadamente 28% mais chance de serem infectadas.

Os cientistas analisaram informações de 473.957 pessoas registradas no banco de dados britânico UK Biobank. Mais de 16.559 haviam testado positivo para a Covid-19.

As pessoas que bebem mais de cinco taças de vinho tinto por semana tiveram um risco 17% menor de pegar o vírus em comparação aos que não bebiam. Entre as que consumiam de uma a quatro taças de vinho branco por semana, o risco foi reduzido em 8%.

LEIA MAIS

11 fotos de Jennifer Lawrence tomando vinho no Oscar que mostram que ela é gente como a gente

Masculinidade tóxica: os homens ficaram bravinhos com o anúncio da Gillette que pedia um comportamento masculino menos agressivo

Vinho caro é necessariamente melhor? (ou: como desmascarar seu amigo enochato)

12 filmes americanos passados na Itália pra você entrar no clima de ‘Casa Gucci’

Disney’s Cookbook ganha 2ª edição com receitas de Luca e Encanto

HBO Max Brasil terá Sandy em versão de programa culinário de Selena Gomez

*O Pausa Dramática é um site independente sem vínculos ou patrocínios. Nos ajude a permanecer no ar: compartilhe este post em suas redes e siga nossos perfis no InstagramFacebook e Twitter.

A proteção foi relacionada ao alto teor de polifenóis presente na bebida. Os pesquisadores explicam que a substância pode inibir o efeito de vírus causadores de gripes e infecções relacionadas ao trato respiratório, por exemplo.

Consumo de cerveja

A análise mostrou também que o consumo de cerveja ou cidra, independentemente da quantidade ou frequência, aumenta o risco de infecção em 28% comparado às pessoas que não bebem.

“O consumo de cerveja e cidra não é recomendado durante as epidemias. As orientações de saúde pública devem se concentrar na redução do risco de Covid-19, defendendo hábitos de vida saudáveis e políticas preferenciais entre os consumidores de cerveja e cidra”, concluíram os pesquisadores.

Os dados mostraram também que o consumo exagerado de bebidas alcóolicas, acima das diretrizes, eleva o risco da Covid-19. Entre os que dobraram o consumo semanal estabelecido como aceitável, o risco de infecção foi 12% maior. (Com informações do jornal Daily Mail)

FAÇA PARTE DO GRUPO DO WHATS DO PAUSA DRAMÁTICA E RECEBA DICAS E CONTEÚDO DIRETO NO SEU CELULAR

VIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: