‘Carol’ e ‘Ponte dos Espiões’ lideram indicações ao BAFTA 2016

Considerado hoje o prêmio mais importante da indústria cinematográfica fora dos Estados Unidos, o BAFTA passou a ter significância relativa ao Oscar desde 2001, quando o evento foi transferido para fevereiro, semanas antes do prêmio maior da Academia de Hollywood. Mais recentemente acabou se tornando um dos maiores previsores do Oscar, tendo eleito o mesmo filme na categoria principal que o prêmio da Academia nos últimos cinco anos (três a mais que o Globo de Ouro).

carol-bridge-of-spies

Tom Hanks em Ponte dos Espiões e Cate Blanchett em Carol

Hoje saíram as indicações da premiação de 2016, com destaque para Carol Ponte de Espiões. Concorrendo em nove categorias cada um, os dois são os maiores concorrentes ao BAFTA 2016. A lista de indicados foi anunciada nesta sexta-feira (8) pela British Academy of Film and Television Arts, responsável pelo prêmio.

Logo depois, com oito indicações, aparece O regresso, do cineasta mexicano Alejandro González Iñárritu. Mad Max: Estrada da fúria recebeu sete indicações, enquanto Brooklyn e Perdido em Marte disputam o BAFTA em seis categorias cada. Star Wars: O despertar da força também foi lembrado em quatro categorias.

Outro destaque fica por conta da categoria de “estrela ascendente”, única com voto popular. Disputam o prêmio os astros de Star Wars (John Boyega), Kingsman (Taron Egerton) e 50 Tons de Cinza (Dakota Johnson). Além de Brie Larson (O Quarto de Jack) e Bel Powley (The Diary of a Teenage Girl).

A cerimônia do BAFTA acontecerá no dia 14 de fevereiro na Royal Opera House de Londres, duas semanas antes do Oscar.

Carol, Ponte de Espiões e O Regresso disputam o prêmio de melhor filme com Spotlight – Segredos revelados e A grande aposta.

Carol, do americano Todd Haynes (de Longe do Paraíso Velvet Goldmine), que narra o amor de duas mulheres na Nova York dos anos 1950, protagonizado por Cate Blanchett e Rooney Mara, também é o filme com mais indicações (cinco) ao Globo de Ouro, que terá os vencedores anunciados no próximo domingo (10).

Ano passado, Boyhood levou o prêmio de melhor filme, enquanto O Grande Hotel Budapeste foi o grande vencedor da noite com 5 troféus.

Veja abaixo a lista completa dos indicados ao BAFTA 2016:

melhor-filme-bafta

Melhor filme

“A Grande Aposta” – Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Brad Pitt
“Ponte de Espiões” – Kristie Macosko Krieger, Marc Platt, Steven Spielberg
“Carol” – Elizabeth Karlsen, Christine Vachon, Stephen Woolley
“O Regresso” – Steve Golin, Alejandro G. Inarritu, Arnon Milchan, Mary Parent, Keith Redmon
“Spotlight” – Steve Golin, Blye Pagon Faust, Nicole Rocklin, Michael Sugar

Melhor diretor

Adam McKay – “A Grande Aposta”
Steven Spielberg – “Ponte de Espiões”
Todd Haynes – “Carol”
Ridley Scott – “Perdido em Marte”
Alejandro G. Iñárritu – “O Regresso”

Melhor ator

Bryan Cranston – “Trumbo”
Eddie Redmayne – “A Garota Dinamarquesa”
Leonardo Dicaprio – “O Regresso”
Matt Damon – “Perdido em Marte”
Michael Fassbender – “Steve Jobs”

Melhor atriz

Alicia Vikander – “A Garota Dinamarquesa”
Brie Larson – “O Quarto de Jack”
Cate Blanchett – “Carol”
Maggie Smith – “A Senhora da Van”
Saoirse Ronan – “Brooklyn”

Melhor ator coadjuvante

Benicio Del Toro – “Sicario”
Christian Bale – “A Grande Aposta”
Idris Elba – “Beasts of No Nation”
Mark Ruffalo – “Spotlight”
Mark Rylance – “Ponte dos Espiões”

Melhor atriz coadjuvante

Alicia Vikander – “Ex Machina”
Jennifer Jason Leigh – “Os Oito Odiados”
Julie Walters – “Brooklyn”
Kate Winslet – “Steve Jobs”
Rooney Mara – “Carol”

Melhor filme britânico

“45 Years” – Andrew Haigh, Tristan Goligher
“Amy”
“Brooklyn”
“A Garota Dinamarquesa”
“Ex Machina”
“The Lobster”

Melhor filme britânico de estreia de um roteirista, diretor ou produtor

“45 anos” – Andrew Haigh, Tristan Goligher
“Amy” – Asif Kapadia, James Gay-Rees
“Brooklyn” – John Crowley, Finola Dwyer, Amanda Posey, Nick Hornby
“A Garota Dinamarquesa”
“Ex Machina” – Alex Garland, Andrew Macdonald, Allon Reich
“The Lobster” – Yorgos Lanthimos, Ceci Dempsey, Ed Guiney, Lee Magiday, Efthimis Filippou

Melhor filme em língua não-inglesa

“The Assassin”
“Força Maior”
“Theeb”
“Timbuktu”
“Relatos Selvagens”

Melhor longa animado

Divertida Mente” – Pete Docter
Minions” – Pierre Coffin, Kyle Balda
“Shaun, o Carneiro” – Mark Burton, Richard Starzak

Melhor documentário

“Amy” – Asif Kapadia, James Gay-Rees
“Cartel Land” – Matthew Heineman, Tom Yellin
“He Named Me Malala” – Davis Guggenheim, Walter Parkes, Laurie Macdonald
“Listen to Me” Marlon Stevan Riley, John Battsek, George Chignell, R.J. Cutler
“Sherpa” Jennifer Peedom, Bridget Ikin, John Smithson

Melhor roteiro original

“Ponte de Espiões” – Matthew Charman, Ethan Coen, Joel Coen
“Ex Machina” – Alex Garland
“Os Oito Odiados” – Quentin Tarantino
“Divertida Mente” – Josh Cooley, Pete Docter, Meg Lefauve
“Spotlight” – Tom Mccarthy, Josh Singer

Melhor roteiro adaptado

“A Grande Aposta”
“Brooklyn”
“Carol”
“O Quarto de Jack”
“Steve Jobs”

Melhor trilha sonora original

“Ponte de Espiões”
“Os Oito Odiados”
“O Regresso”
“Sicario”
“Star Wars:O Despertar da Força”

Melhores efeitos visuais

Homem-Formiga
“Ex Machina”
“Mad Max: Estrada da Fúria”
“Perdido em Marte”
“Star Wars: O Despertar da Força”

Melhor curta animado britânico

“Edmond”
“Manoman”
“Prologue”

Melhor curta britânico

“Elephant”
“Mining Poems or Odes”
“Operator”
“Over”
“Samuel-613”

Melhor som

“Ponte de Espiões” –  Drew Kunin, Richard Hymns, Andy Nelson, Gary Rydstrom
“Mad Max: Estrada da Fúria” –  Scott Hecker, Chris Jenkins, Mark Mangini, Ben Osmo, Gregg Rudloff, David White
“Perdido em Marte” –  Paul Massey, Mac Ruth, Oliver Tarney, Mark Taylor
“O Regresso” –  Lon Bender, Chris Duesterdiek, Martin Hernandez, Frank A. Montano, Jon Taylor, Randy Thom
“Star Wars: O Despertar da Força – ” David Acord, Andy Nelson, Christopher Scarabosio, Matthew Wood, Stuart Wilson

Melhor maquiagem

“Brooklyn” –  Morna Ferguson, Lorraine Glynn
“Carol” –  Jerry Decarlo, Patricia Regan
“A Garota Dinamarquesa” –  Jan Sewell
“Mad Max: Estrada da Fúria” –  Lesley Vanderwalt, Damian Martin
“O Regresso” –  Sian Grigg, Duncan Jarman, Robert Pandini

Melhor design de produção

“Ponte de Espiões” –  Adam Stockhausen, Rena Deangelo
“Carol” –  Judy Becker, Heather Loeffler
“Mad Max: Estrada da Fúria” –  Colin Gibson, Lisa Thompson
“Perdido em Marte” –  Arthur Max, Celia Bobak
“Star Wars: O Despertar da Força” –  Rick Carter, Darren Gilford, Lee Sandales

Melhor edição

“A Grande Aposta” –  Hank Corwin
“Ponte de Espiões” –  Michael Kahn
“Mad Max: Estrada da Fúria” –  Margaret Sixel
“Perdido em Marte” –  Pietro Scalia
“O Regresso” –  Stephen Mirrione

Melhor fotografia

“Ponte de Espiões” – Janusz Kaminski
“Carol” – Ed Lachman
“Mad Max: Estrada da Fúria” – John Seale
“O Regresso” –  Emmanuel Lubezki
“Sicario” – Roger Deakins

Melhor atriz/ator em ascensão (voto popular)

Bel Powley
Brie Larson
Dakota Johnson
John Boyega
Taron Egerton

Melhor figurino

“Brooklyn” –  Odile Dicks-Mireaux
“Carol” –  Sandy Powell
“Cinderella” –  Sandy Powell
“A Garota Dinamarquesa” –  Paco Delgado
“Mad Max: Estrada da Fúria” Jenny Beavan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s